Artigos Científicos 2003

Os artigos são de responsabilidade exclusiva de seus autores, não expressando necessariamente a opinião dos editores. Todos os artigos fazem parte da Revista Online Psicologia Corporal, sob o registro ISSN-15160688.
Para ler os artigos, é necessário ter instalado em seu computador um leitor de PDF. Se você não tiver o programa instalado em seu computador, pode fazer o download clicando no endereço:
http://www.baixaki.com.br/site/dwnld71431.htm

2003 / 2004 / 2005 / 2006 / 2007 / 2008 / 2009 / 2010 / 2011 / 2112 / 2013 / 2014 / 2015 / 2016 / 2017 / 2018 / 2019

A utilização dos actings da Vegetoterapia e as terapias verbais
Autor(es): NAVARRO, Federico; VOLPI, José Henrique

RESUMO
A escola reichiana preza pelo trabalho sobre o corpo, por meio de movimentos específicos que chamamos de actigns, porque diferentemente dos exercícios, são propostos ao paciente como um objetivo emocional onde a intenção do paciente é de extrema importância. Assim, mais do que a palavra, utilizamos o trabalho sobre o corpo para emergir os conteúdos emocionais que estão ancorados no que Reich chamou de couraça e a partir desses conteúdos é que fazemos nosso trabalho analítico, de ordem verbal.
Palavras-chave: Corpo. Couraça. Psicologia. Reich.


Poder, fama e ferida narcísica: uma compreensão caractero-energético do narcisista
Autor(es): VOLPI, José Henrique

RESUMO
Cada vez mais nos deparamos com pessoas que vivem em constante busca de um corpo perfeito, fama, riqueza e poder. Essas são palavras que fazem parte do cotidiano de algumas pessoas que ultrapassam qualquer limite moral, ético, físico e psicológico, em busca de algo que preencha seu vazio interior e suas frustrações. Essa atitude é comumente encontrada em pessoas que não conseguem viver sem uma platéia que as cerquem de elogios, presentes e reforcem a sua “virilidade”. São competitivas, insensíveis, arrogantes e derrubam quem estiver à sua frente. Esse é o retrato do traço de caráter chamado narcisista, que vem a cada dia ocupando mais e mais espaços na mídia e na sociedade em geral.
Palavras-chave: Narcisismo. Peste emocional. Reich.


Peste Emocional
Autor(es): VOLPI, José Henrique

RESUMO
Talvez você nunca tenha ouvido falar em peste emocional. Talvez nunca tenha lido nada específico a respeito, mas com certeza já deve ter tido alguma experiência desse gênero. A peste emocional geralmente aparece velada, por trás de boas intenções, no intuito de ajudar o outro e a sociedade. No entanto, com o passar dos tempos, a pessoa acometida por essa “doença”, vai invadindo todos os espaços, como uma erva daninha invade uma plantação ou um câncer que invade um organismo vivo, dominando tudo o que está ao seu redor.
Palavras-chave: Desenvolvimento. Dislexia. Reich.


Os olhos que vêem podem não ser os mesmos que enxergam
Autor(es): VOLPI, José Henrique

RESUMO
As dificuldades visuais são anomalias provocadas por erros de refração dos raios luminosos que se projetam na retina. Um olho terá visão normal quando o mecanismo de convergência e acomodação for feito com pouco esforço. Caso isso não ocorra, teremos erros de refração dos raios luminosos e, conseqüentemente, os defeitos visuais conhecidos por astigmatismo, miopia, hipermetropia e presbiopia. Que atitude dos pais e dos cuidadores pode ser considerada uma das mais preciosas para o desenvolvimento saudável da vida emocional de uma criança? Em linhas gerais, pode-se resumir em: permitir à criança ser, nada mais, nada menos que criança, e por sê-lo, deixá-la brincar.
Palavras-chave: Desenvolvimento. Olhos. Reich.


Primeiros passos para a construção de um acumulador de orgone
Autor(es): VOLPI, José Henrique

RESUMO
Após anos de pesquisa, Reich concluiu que a energia do organismo (biológica) e a energia da atmosfera (cósmica) fazem parte de uma mesma energia, a energia da vida, a força criativa fundamental. E é essa energia, chamada por Reich de energia orgônica, que fica bloqueada no corpo, na couraça muscular. A energia orgônica pode facilmente penetrar todas as formas de matéria, em diferentes níveis de velocidade e concentração, carrega e se irradia de todas as substâncias vivas e não-vivas, pode também existir de forma livre na atmosfera e no vácuo. É excitável, pulsátil, capaz de se contrair e expandir e pode ser concentrada. É atraída pela matéria viva, orgânica (algodão, lã, bucha vegetal…) que a absorve e armazena ao passo que toda matéria inorgânica (aço) a expele.
Palavras-chave: Acumulador de Orgônio. Energia. Reich.


A compreensão da formação do caráter como ferramenta auxiliar na capacitação de docentes em Educação Ambiental
Autor(es): VOLPI, José Henrique

RESUMO
Cada vez mais nos deparamos com um crescimento econômico desequilibrado e injusto e uma acelerada expansão urbana, que somadas à destruição do ambiente natural colocam a humanidade frente a grandes problemas irreversíveis ou que exijam soluções imediatas. O comportamento destrutivo do homem, a necessidade do acúmulo de capital e a negligência com que lida com o meio ambiente, exige uma mudança de estilo de comportamento. A proposta desse artigo é oferecer subsídios sobre a compreensão da formação do caráter como ferramenta auxiliar na capacitação de docentes em educação ambiental.
Palavras-chave: Caráter. Educação Ambiental. Narcisista. Reich.


Psicologia Corporal – um breve histórico
Autor(es): VOLPI, José Henrique; VOLPI, Sandra Mara

RESUMO
A Psicologia Corporal é uma abordagem humana que busca compreender todo ser vivo como uma unidade de energia que contém em si dois processos paralelos: o psiquismo (mente) e o soma (corpo). Dedica-se a estudar as manifestações comportamentais e energéticas da mente sobre o corpo e do corpo sobre a mente. Objetiva reencontrar a capacidade do ser humano de regular a sua própria energia, e, por conseqüência, seus pensamentos e emoções, podendo alcançar uma vida mais saudável.
Palavras-chave: Desenvolvimento. Ludoterapia. Reich.


Ludoterapia reichiana
Autor(es): VOLPI, Sandra Mara

RESUMO
Que atitude dos pais e dos cuidadores pode ser considerada uma das mais preciosas para o desenvolvimento saudável da vida emocional de uma criança? Em linhas gerais, pode-se resumir em: permitir à criança ser, nada mais, nada menos que criança, e por sê-lo, deixá-la brincar.
Palavras-chave: Desenvolvimento. Ludoterapia. Reich.


Psicopedagogia reichiana
Autor(es): VOLPI, Sandra Mara

RESUMO
Ao observarmos um bebê em seus primeiros dias evidencia-se a nossos olhos que a vida é uma incessante construção, cujas bases começam a se formar no momento da concepção, estendendo- se por toda a vida intra-uterina. É sobre essa base e, a partir do impacto que nela causa o contato com o mundo cincundante, com a cultura, que vemos construir-se, dia após dia, um ser humano que será único. Não raro, ouvimos mulheres e homens afirmarem, do ponto de vista de seus papéis de mães e pais, que nunca um filho é igual ao outro. Nenhuma base é similar a qualquer outra; o que sobre ela se constrói depende de inúmeros fatores, desde a própria base até a escolha de cada um dos elementos que terão influência na construção.
Palavras-chave: Desenvolvimento. Psicopedagogia. Reich.


Uma visão reichiana sobre os jogos e sua validade enquanto instrumento psicoterapêutico
Autor(es): VOLPI, Sandra Mara

RESUMO
O jogo é uma das atividades mais antigas da humanidade e também uma das mais primordiais na vida de um ser humano. Desde tempos imemoriais o homem, joga, e através do jogo, comunica-se desde a sua mais tenra infância.
Palavras-chave: Desenvolvimento. Jogos. Reich.


Dislexia – um estranho no outro lado do papel
Autor(es): VOLPI, Sandra Mara

RESUMO
Quando se fala em dislexia, ainda é muito comum que as pessoas reajam de imediato, dizendo: “O que é isso? Já ouvi falar, mas não sei o que significa…” Tais comentários partem inúmeras vezes, também, de profissionais ligados diretamente à área da psicologia, da medicina, da educação, e não somente de pessoas que poderiam meramente estar “mal informadas”.
Palavras-chave: Desenvolvimento. Dislexia. Reich.