Primeiro Dia

DIA 03/06/2021 – QUINTA (Feriado) – Palestras

As atividades desse dia serão realizadas no Auditório Central


08:30 em diante – Credenciamento – Entrega de crachá e material


09:00h às 10:15h – Palestra 1 – Corpo, expressão artística e movimento (teórico-vivencial). Maria Isabel Saczuk / Curitiba / PR
Partimos da concepção de que a arte sensibiliza e cria afetos e percepções que se dão pelo corpo, refletindo diretamente na expressão das emoções. Uma vivência autorregulada, na concepção de Reich, depende diretamente da capacidade do indivíduo identificar os seus recursos e utilizá-los para o enfrentamento de situações adversas e para a conquista dos seus desejos. Tal movimento alinha-se ao processo de autoconhecimento e da capacidade de livre entrega para a experiência vivida. Nesta interação, convocamos a arte em suas variadas formas de expressão, tais como artes visuais, música, poesia e dança, como possibilidades de estímulos. Busca-se mobilizar potencialidades do corpo para uma vivência autorregulada e nutrida por uma capacidade de livre entrega ao prazer.


10:15h às 10:45h – Intervalo para cafezinho


10:45h às 12:00h – Palestra 2 – Os arquétipos e o corpo. Renato Nascimento de Miranda / Brasília / DF
Arquétipos, conceito proposto por Jung, são uma forma especial de instinto presente no ser humano, compondo as bases da psique em um nível biológico, objetivo e coletivo; padrões de comportamento complexos e universais, manifestando-se em todas as culturas, em todos os lugares e em toda a história humana. Em função de seu caráter biológico, os arquétipos devem se relacionar intimamente com o nossos corpos. O objetivo do presente trabalho é apresentar, com base nas teorias funcionais desenvolvidas por Reich e em modernos estudos de Neurociência sobre a relação mente-corpo, uma visão atual sobre os arquétipos, suas relações, representações e mecanismos de manifestação no corpo, bem como sua relevância para a clínica psicológica.


12:15h às 14:00h – Intervalo para almoço


14:00h às 15:15h – Palestra 3 – Alterações do sistema imunológico e comprometimentos inflamatórios do organismo. Um olhar pelo aspecto da Psicologia Corporal e da Nutrologia. Agnaldo Pandini / Jaraguá do Sul / SC
A proposta dessa palestra será, iniciando pelo olhar da Psicologia Corporal, compreender como a falta de alguns nutrientes e neurotransmissores essenciais para a saúde e o excesso de outros componentes do metabolismo levam a alterações no adequado funcionamento do organismo. Com isso, ocorrem repercussões fisiológicas e funcionais no corpo e na mente, evoluindo assim, muitas vezes, para importantes doenças de caráter inflamatório.


15:30h às 16:45h – Palestra 4 – Somatodrama: atuação em crise e atendimentos de emergência. Maria Christina Accioli Freire / São Paulo / SP
“Estima-se que, na população, de 60 a 90% dos indivíduos serão expostos a pelo menos um evento estressor potencialmente traumático ao longo da vida.” Como nos prepararmos para atuar no atendimento de crise e emergência? Como nos capacitar para atendermos de forma produtiva quando estamos diante de uma emergência? Nesta palestra iremos refletir juntos: 1-Intervenção e atendimento em crises; 2-Aplicação de planos de manejo hospitalar em crises; 3-Manejo de pacientes e familiares que cheguem a crises decorrentes de emergência ou desastre; 4-Primeiros socorros psicológicos; 5-Avaliação do impacto psicológico e possíveis estratégias de manejos; 6-Realização e orientação de autocuidado para a equipe que atende.


16:45h às 17:15h – Intervalo para cafezinho


17:15h às 18:30h – Vivência  de Integração – Ritos de passagens e harmonização dos canais intuitivos. José Henrique Volpi e Sandra Mara Volpi / Curitiba / PR
Em muitas culturas a água é tida como símbolo de pureza, clareza e limpeza. É utilizada para harmonização, purificação energética, abertura de canais intuitivos e para melhorar a sintonia psíquica. Quando associada a ritos de passagens como, por exemplo, o batismo, renova nossa energia do corpo, da mente e da alma. A proposta desta vivência é buscar dentro de cada um seu movimento energético de forma a abrir seus canais intuitivos para a vida.