Anais 2013

Anais do Congresso Brasileiro de Psicoterapias Corporais, são coletâneas de textos enviados pelos autores que apresentaram seus trabalhos nos Congressos organizados anualmente pelo Centro Reichiano. O texto é de inteira responsabilidade de cada profissional e não expressa necessariamente a opinião dos diretores do Centro Reichiano.

Para ler os artigos é necessário ter instalado em seu computador um leitor de PDF. Se você não tiver o programa instalado em seu computador, pode fazer o download clicando no endereço: http://www.baixaki.com.br/site/dwnld71431.htm

Clique no título para abrir o PDF

A ACUPUNTURA COMO TRATAMENTO COADJUVANTE NA PSICOLOGIA CORPORAL: FLEXIBILIZAÇÃO DE COURAÇAS E CIRCULAÇÃO ENERGÉTICA
PANDINI, Agnaldo

RESUMO: A acupuntura é uma técnica, integrante da Medicina Tradicional Chinesa, que visa a promoção e restauração da saúde e utiliza como recurso terapêutico a inserção de agulhas na superfície da pele. Como terapêutica vem sendo desenvolvida empiricamente há milênios. Há algumas décadas houve o desenvolvimento de pesquisas comprovando cientificamente seus benefícios, por atuar no sistema nervoso, endócrino, imunológico entre outros, pois desencadeia a liberação de diversas substâncias, capazes de mediar funções no sistema nervoso simpático e parassimpático. Na Psicologia Corporal, entre os principais autores, destaca-se Wilhelm Reich. Ele fala que couraça é uma defesa do organismo frente a uma situação de desprazer seja ela interna ou externa, que ocorre principalmente em alguns segmentos corporais. Ocorre no organismo encouraçado, segundo a visão Reichiana, um bloqueio a nível neuromuscular. A proposta desta apresentação, é trazer a Acupuntura com seus benefícios e aplicações, para melhorar o bem estar físico e psíquico através do que Reich chamava de flexibilização das couraças.
Palavras-chave: Acupuntura. Couraças. Energia. Psicologia.


A QUESTÃO BORDERLINE: ESTUDO DE CASO
PINTO, Raquel Horie

RESUMO: Relato de caso clínico sobre a trajetória de uma jovem e sua luta pela sobrevivência. Um encontro profícuo e único, onde interagir pode significar despojar-se de condicionalidades, co-criando espaços potenciais onde as “ angústias impensáveis” provenientes dos esgarçamentos do eu, possam ser atenuadas.
Palavras-chave: Borderline. Estado Fronteiriço. Despersonalização. Núcleo Psicótico.


A PRÁTICA DA MEDITAÇÃO COMO INSTRUMENTO DE AUTORREGULAÇÃO DO ORGANISMO
SAMPAIO, Cynthia

RESUMO: A meditação é um treinamento mental capaz de produzir integração entre a mente e o corpo. Sua prática ajuda a pessoa a conquistar equilíbrio, relaxamento e autocontrole além de desenvolvimento da consciência. É um instrumento de autorregulação do organismo, promovendo inúmeros benefícios para a saúde. Classificada, hoje em dia, como uma técnica complementar e integrativa, tem formado uma parceria significativa quando associada a tratamentos médicos convencionais.
Palavras-chave: Autorregulação. Equilíbrio. Meditação. Relaxamento. Saúde.


A VOZ DO CORPO E O CORPO DA VOZ
VASCONCELLOS, Esdras Guerreiro

RESUMO: Produzida por um aparelho relativamente débil em sua estrutura a voz é, no entanto, um dos mais importantes elementos de expressão do ser humano. Com suas qualidades corporais (timbre, volume, ritmo, articulação) ela torna conhecidos os mais complicados processos interiores de nossa mente. Da integração dessas duas dimensões depende a transmissão de nossos pensamentos, desejos e pulsões para o mundo exterior. Naturalidade, autenticidade, empatia, segurança corporificam nossos estados emocionais. Geralmente não sabemos antes o que diremos alguns minutos depois. Nem conteúdo, nem as palavras a serem pronunciadas. Tão pouco decidimos, conscientemente, sobre as acentuações e nuances comunicativas. Nossa voz nos revelará. A Neurociência tem feito descobertas surpreendentes sobre ativações neuronais na área temporal ventral que cria nossos enredos independente de nossa vontade consciente.
Palavras-chave: Corpo. Emoções. Intenção. Neurociência. Voz.


A CLÍNICA BIOENERGÉTICA DO SOFRIMENTO ORGÂNICO
NASCIMENTO, Périsson Dantas

RESUMO: O texto tem a intenção de oferecer ao leitor os princípios básicos da compreensão diagnóstica e possibilidades de intervenção terapêutica de pacientes com queixas orgânicas, a partir de contribuições da terapia reichiana e Análise Bioenergética. A relevância da temática justifica-se pela necessidade de estabelecermos um arcabouço teórico consistente que sirva de sustentação para o diagnóstico e projeto terapêutico com pacientes considerados tradicionalmente como “psicossomáticos”, que trazem um sofrimento orgânico como ponto de partida da demanda, seja de ordem primária ou secundária. Pretendemos realizar um percurso conceitual e técnico, partindo da ideia inicial de Reich sobre os processos biopáticos, caracterizados por uma contração crônica de base no meio celular que vulnerabiliza o paciente para o desenvolvimento de sintomas, até a hipótese central de Lowen, voltada para a compreensão da doença como resultante da falha da estrutura de defesa caracterial do sujeito configurada a partir de eventos traumáticos vivenciados no decorrer do desenvolvimento do eu.
Palavras-chave: Análise bioenergética. Psicossomática. Sofrimento orgânico.


AMAR É PARA EQUILIBRISTAS
ANDREASSA, Eloá; VERDUGO, Hugo César Gaete

RESUMO: O amor é a questão fundamental da vida. Mas não sabemos o que exatamente é o amor e é a vida que vai nos ensinar sobre ele através do exercício do amar. Nossa prática começa no primeiro amor: a mãe. A quantidade e qualidade do amor recebido, aprendido e praticado será a marca impressa em nosso ser de como é o amor, se nos sentimos amados, se o merecemos ou não. Os primeiros anos de vida são os mais fortes marcadores deste aprendizado de amor. E o que é o amor? Por que dizemos que amar é para equilibristas? É o que pretendemos responder nesta reflexão. Trabalharemos com questões de como se adquire o equilíbrio, o que é necessário para ser um bom equilibrista, e o amadurecimento do equilibrista no amor.
Palavras-chave: Amadurecimento. Amor. Equilíbrio.


AS METADES QUE CAMUFLAM A ESSÊNCIA: UTILIZAÇÃO DE “MÁSCARAS” COMO ESTRATÉGIAS DE ENFRENTAMENTO E A FORMAÇÃO DAS COURAÇAS
SILVA, Andressa Melina Becker

RESUMO: O dualismo entre certo e errado, entre corpo e mente, entre agir e sentir, que envolve diariamente o interior de quem tem couraças. Metades que camuflam a essência. Apenas defesas que ajudam a enfrentar as adversidades, mas que afastam o verdadeiro self. O real encoberto por máscaras estereotipadas pela sociedade.
Palavras-chave: Autorregulação. Couraças. Psicologia Corporal.


A EXPERIÊNCIA MEDITATIVA E GROUND ESPIRITUAL EM BIOSSÍNTESE
SILVEIRA FILHO, Nelson

RESUMO: A cada ano coexistem novas pesquisas, teses, dissertações e artigos no meio acadêmico destacando a eficácia e relevância da prática meditativa como ferramenta terapêutica complementar nas esferas da medicina e da psicologia – principalmente em relação à redução de ansiedade e estresse – deixando de ocupar somente o lugar de disciplina complementar das filosofias orientais, teológicas ou práticas religiosas. O principal desafio para a mente ocidental, independentemente do estágio evolucionário que cada pessoa se encontre, é abrir-se para a totalidade do potencial meditativo, como uma experiência de transcendência e expansão de consciência, sem as resistências conceituais e fragmentações do conhecimento hiper especializados (MORIN, 1999), bem como, sem as fantasias esotéricas e deslizes narcísicos de tendências messiânicas. Neste trabalho, propomos a vivência transformadora que o “ground espiritual” (Boadella 1988) nos oferece como processo transformador de consciência, onde essência e ground dialogam entre si, descobrindo os recursos internos que podem ser disponibilizados como fonte de cura para grande parte do sofrimento humano, de formação de self e salto evolutivo enquanto cidadãos planetários.
Palavras-chave: Meditação. Prática meditativa. Ground Espiritual. Boadella.


A CAMINHO DA POTÊNCIA ORGÁSTICA EM TRÊS TIPOS DE RESPIRAÇÕES
HENRIQUES, Antonio R. S; EISENREICH, Alessandra; DE NADAL, Luciana

RESUMO: Para Reich alcançar a potência orgástica era um indicador de que o indivíduo havia alcançado um bom nível de saúde mental e emocional. Neste processo, o trabalho com a respiração é essencial, pois determina o movimento de energia e de emoções em nosso organismo. Esta vivência tem por objetivo demonstrar, através de três técnicas respiratórias e exercícios orientados, que é possível chegar às descargas bioenergéticas.
Palavras-chave: Descarga Bioenergética. Emoções. Energia. Potência Orgástica. Respiração.


A IMPORTÂNCIA DA PREPARAÇÃO PARA O NASCIMENTO E PARENTALIDADE, SUA INFLUÊNCIA NAS EXPECTATIVAS E SATISFAÇÃO COM O PARTO E OS REFLEXOS SAUDÁVEIS PARA A NOVA FAMÍLIA
SOUZA E SILVA, Ana Carolina

RESUMO: A preparação para o nascimento e parentalidade é essencial, pois permite a aquisição e validação de conhecimentos do casal gravído acerca das alterações físicas, psicológicas e sociais relativas à gravidez/parto/puerpério. A Preparação para o nascimento e parentalidade preconiza uma educação física e psíquica da mulher/casal, que contribui para o equilíbrio emocional da grávida/casal, que acarreta grandes vantagens sobre o trabalho de parto, vinculação mãe-bb e, substancialmente na preparação para o papel parental e relacionamentos da nova família. A gravidez é um período de excelência para investir na preparação do casal para o parto e maternidade/paternidade.Casais informados são casais mais seguros e confiantes, podendo vivenciar estes momentos mais intensamente e de um modo mais satisfatório, atendendo as expectativas reais e pessoais.
Palavras-chave: Gravidez, Expectativa, Parentalidade, Parto, Satisfação.


AMOR, DESEJO, CONFIANÇA …O QUE ERA PARA UMA VIDA INTEIRA… ACABOU! SOBRE A OCITOCINA E O PSIQUISMO AMOROSO
VASCONCELLOS, Esdras Guerreiro

RESUMO: Um fenômeno complexo tanto do ponto de vista físico, como psíquico, o desamor desestrutura temporária ou permanentemente a vida de pais, filhos, amantes e todos que vivem o infortúnio da perda amorosa. Ao lado das teorias psicológicas que explicam uma relevante parte da dinâmica da paixão e do fim dela, a Neurociência tem fornecido conhecimentos fundamentais sobre a participação do corpo no desamar. A ocitocina, serotonina, dopamina e as endorfinas são responsáveis pelo estabelecimento do forte vínculo de amor e confiança entre a mãe e o bêbê, entre a amante e o amado. A trilha neural que o mantém pode, porém, chegar a um nível de saciedade e saturação.
Palavras-chave: Amor. Corpo. Desamor. Ocitocina.


A PERCEPÇÃO DAS SENSAÇÕES DO CORPO NA FLEXIBILIDADE DA POSTURA E NO CONTATO COM O AMBIENTE
GANDOLFO, Luciana

RESUMO: O objetivo da prática da eutonia é orientar a pessoa a focalizar a atenção em um segmento do corpo sem perder de vista a totalidade, para ampliar a percepção das sensações e promover o fluxo energético, aliviando e diluindo as tensões. As transformações ocorridas durante a vivência são integradas na organização da postura e do corpo como um todo. O trabalho realizado individualmente potencializa o que chamamos em eutonia de contato consigo mesmo, que é direcionado para o contato com o ambiente e com o grupo. Para isso, utilizamos a orientação verbal e objetos complementares, como bambus e bolas de tênis. O objetivo final é a interação do aluno com as múltiplas possibilidades de relação com os colegas, através da expressão do movimento corporal consciente. A consciência da postura, para a eutonia, é uma atividade de contato consigo mesmo, de encontro e de expressão. Transcende a estética do corpo e expressa sua beleza ao desvelar a harmonia das combinações das estruturas vivas das habitações individuais.
Palavras-chave: Eutonia . Postura . Consciência Corporal . Tônus


BRINCAR É IMPROVISAR!
HASEGAWA FILHO, Roberto Koya

RESUMO: Atuar como palhaço é estar disponível a brincar. Brincar, para o adulto, se relaciona a arriscar, a tentar, a sair da zona de conforto. É uma forma de aprender a se relacionar com o outro e a aceitar limitações, tanto nossas como as externas. A abertura na relação com o próximo é fundamental para se criar relações mais humanas e mais profundas. Quem brinca improvisa nas suas atitudes e escapa dos esteriótipos que repetimos todos os dias, justamente porque se dá a liberdade de ser flexível. Brincar nos relembra o valor do sim nas relações, mas com a possibilidade de dizer não quando necessário.
Palavras-chave: Atitude. Brincar. Flexibilização. Improviso. Palhaço.


CONTINUUM MOVEMENT E O FLUXO CULTURAL
JUROWSKY, Rosali

RESUMO: Somos educados para crer que nossos corpos são objetos funcionais que transportam o que entendemos por ‘Eu’ pela vida afora. Há, no entanto, outras formas possíveis de nos relacionarmos com o corpo. Ele é fruto de 4 bilhões de anos de evolução, e como tal, Continuum Movement o considera um processo em andamento que é o que entendemos por ‘Eu’. Forma e movimentos funcionais são apenas aspectos dentre inúmeras outras possibilidades de habitar o corpo. Continuum Movement é um método de Educação Somática sendo desenvolvido há mais de 50 anos pela norte-americana Emilie Conrad, que permite entrarmos em contato com a sabedoria e o potencial criativo inesgotáveis dos nossos corpos. Estimulados pela emissão de sons e respirações, exploramos movimentos na linguagem formativa ondulatória, sinuosa, não-repetitiva nem padronizada da vida. As explorações tornam possíveis maneiras inéditas de nos fortalecer e ganhar flexibilidade física e existencial.
Palavras-chave: Continuum Movement. Corpo. Educação Somática. Fluido. Movimento.


CONTRIBUIÇÕES DA PSICOLOGIA CORPORAL NA PRÁTICA DE ACOMPANHAMENTO TERAPÊUTICO
CORRÊA, Cairu Vieira; BENATTO, Marcelo Costa; OLANDOSKI ,Guilherme Previdi

RESUMO: O acompanhante terapêutico recebeu diversas nomenclaturas até ser conhecido mundialmente com o termo atual. A rática encontra-se em desenvolvimento contínuo, a sua atuação e delineamento teórico não se restringe somente a uma abordagem dentro da Psicologia. A Psicologia Corporal com seu arcabouço teórico tem muito a contribuir com o enriquecimento desta clínica de setting ampliado.
Palavras-chave: Acompanhante Terapêutico. Saúde Mental. Psicologia Corporal.


CORPO E ESPIRITUALIDADE: PURA ENERGIA
MELO, Maria

RESUMO: Somos energia, como tudo. Num nível subatômico, tudo é energia, em campos de densidade diferentes, mais ou menos densos. Portanto, a dicotomia matéria-espírito, não faz sentido. Este foi o insight de Reich e que a física quântica confirmou. E as tradições espirituais, em seu cerne, em níveis mais profundos, esotéricos, também trabalharam sempre com este conceito. Nosso desafio hoje, como humanidade, é deixarmos de nos identificar como seres mentais e tomarmos consciência de que somos seres energéticos. E isto muda tudo! É a verdadeira transformação do caráter, um salto quântico de consciência. Como seres mentais, já se viu, não damos conta do que temos a encarar, como humanidade e seres planetários. Conquistamos a plenitude do mental. Agora é preciso ir além, acessar outros níveis de “inteligência”, como o intuitivo e outros ainda mais elevados, mais complexos.
Palavras-chave: Corpo. Energia. Espiritualidade. Reich.


DANÇA E CONSCIÊNCIA CORPORAL DE CRIANÇAS: UMA ANÁLISE BIOENERGÉTICA
BITTENCOURT, Isabella Goulart; SILVA, Mariana Luíza Becker; SILVA,  Andressa Melina Becker

RESUMO: A fim de pensar acerca da prevenção de neuroses, Reich dedicou-se a estudar maneiras de realizar uma educação mais saudável e, portanto, menos repressora. Nesse sentido, é possível encontrar nas crianças uma possibilidade de transformar a neurose da humanidade, visto que cada criança nasce com um sistema bioenergético flexível, capaz de obter alterações em seu self.
Palavras-chave: Análise Bioenergética. Cosciência Corporal. Dança.


DANÇA CONTEMPORÂNEA E A ENTREGA AO SELF: UM OLHAR BIOENERGÉTICO
THON, Bárbara Machuca; VOLPI, Sandra Mara

RESUMO: Dançar é arte de traduzir-se em movimentos. É a expressão particular do ser. A Dança Contemporânea é um mover-se de dentro para fora. É se perceber e entregar-se à mais profunda essência. Praticar a Dança Contemporânea pode ser um caminho para a saúde integral. Aliando o dançar com o processo criativo, sob um olhar bioenergético é possível alcançar vida vibrante e cheia de prazer. Este artigo traz uma investigação sobre como é possível Dança Contemporânea e Bioenergética habitarem o mesmo espaço terapêutico, na busca pela entrega ao verdadeiro self. Nesta investigação, concordando com Pina Bausch (1975) quando diz “Eu não investigo como as pessoas se movem, mas o que as move”, além dos referenciais teóricos sobre ambos os temas, foram realizadas entrevistas com praticantes, sendo alunos, professores ou intérpretes-criadores da Dança Contemporânea.
Palavras-chave: Autoexpressão. Bioenergética. Criatividade. Dança Contemporânea. Prazer.


ESPIRITUALIDADE E SAÚDE: UMA PERSPECTIVA BIOENERGÉTICA
NASCIMENTO, Périsson Dantas

RESUMO: O trabalho tem como objetivo principal elaborar um diálogo entre a Psicossomática e a Análise Bioenergética, através da discussão do atendimento pacientes com queixas somáticas, focando na relação espiritualidade e saúde. Estudos apontam para as repercussões neuronais, endócrinas e imunológicas da espiritualidade/religiosidade na saúde psicossomática, entendendo aqui a espiritualidade como a busca contínua do sentido da vida e a percepção integrativa de pertencimento a uma ordem sistêmica maior. Para a Bioenergética, a espiritualidade está intimamente associada à vida do corpo, à capacidade de experimentar prazer em sua funcionalidade e permitir a pulsação natural acontecer livremente. As pacientes em questão possuem uma forte vinculação com a religião cristã evangélica, vivenciada por elas como uma forma de resposta para encarar o sofrimento decorrente do processo de adoecimento crônico e dar sentido às diversas experiências traumatizantes que passaram em suas vidas.
PALAVRAS CHAVE: Análise Bioenergética, Processo Saúde/Doença, Espiritualidade.


EXPRESSÃO DA SEXUALIDADE NA MÚSICA: “ULTRAPASSANDO” A BARREIRA DA REPRESSÃO
DIAS, Jennifer Soares de Menezes; SANTOS, Thaís Lyra; OLIVEIRA JUNIOR Wellington Roriz

RESUMO: Este trabalho tem como objetivo discutir a arte como forma de expressão, considerando a música como prática cultural e humana. Questiona-se se esta forma de expressão, diante das barreiras culturais, tem permitido que a sexualidade ganhe meios efetivos de representação, rompendo a barreira do pudor presente, em maior ou menor grau, nos diferentes contextos sócio-históricos. Para esta análise, utilizamos o “funk” como recorte, representando um estilo musical que gera polêmica por sua expressão clara e direta do ato sexual. Recorremos principalmente a Freud e Reich, utilizando-se da contraposição de idéias destes autores como suporte teórico para se pensar a repressão, a sexualidade e a ocorrência destas na sociedade. O presente trabalho indica que muitas vezes a música e a arte não têm respondido como expressão da sexualidade, e não atendem ao seu caráter revolucionário. Entende-se que, na verdade, estes conteúdos artísticos, que poderiam apresentar-se como uma possibilidade de sublimação, têm aparecido na atualidade desvinculados de sua real carga afetiva e simbólica.
Palavras-chave: Psicologia. Arte. Sexualidade. Freud. Reich.


EU NÃO SEI VIVER SEM MIM!
ALENCAR, Cristian; MACCARINI, Renato

RESUMO: Atualmente percebemos o aumento dos conflitos gerados pela ausência de contato na relação entre pai, mãe e filho(a) e na relação com o campo familiar e social. A proposta desta palestra é apresentar alguns desses comprometimentos psicoafetivos que impactam sobre os campos energéticos, as relações e, por consequência, o temperamento, a personalidade e o caráter.
Palavras-chave: Corpo. Desenvolvimento. Energia. Psicologia. Reich.


ENERGIA NO PROCESSO DE ENVELHECIMENTO: UMA PERCEPÇÃO CORPORAL SOB O OLHAR DA ANÁLISE BIOENERGÉTICA
SILVA Mariana Luíza Becker; BITTENCOURT, Isabella Goulart; SILVA, Andressa Melina Becker

RESUMO: Envelhecer é um processo inerente à condição de estar vivo. A geração atual está envelhecendo sob novas condições de longevidade, o que permite ao indivíduo experienciar novos modos de existir. No entanto, a maioria dos idosos associa o envelhecimento às perdas, às finalizações e aos declínios. Nesse sentido, é necessário o desenvolvimento da consciência do envelhecimento, juntamente com suas perdas, proporcionando ao indivíduo sentir seu corpo em sua totalidade, aceitando-o. Dessa forma a Análise Bioenergética contribui para re-inventar a vida, permitindo o fluxo de energia corporal, o que possibilita o contato com recursos internos conhecidos e, até mesmo, com desconhecidos que se revelam no processo. Para isto, utiliza-se exercícios, como o de respiração, para estabelecer o contato intrínseco do corpo com o self.
Palavras-chave: Análise Bioenergética. Corpo. Energia. Envelhecimento.


EUTONIA: A PERCEPÇÂO DA VARIAÇÂO DO TÔNUS ATRAVÉS DA ATENÇÂO ÀS SENSAÇÔES CORPORAIS
GANDOLFO, Luciana

RESUMO: Neste artigo apresentaremos os conceitos de tônus e de contato dentro da teoria e da prática da eutonia, conforme foram construídos por Gerda Alexander. Por sua importância e complexidade, os conceitos de tônus muscular e tonicidade são objeto de estudo em diversas áreas do conhecimento. Abordaremos primeiro as principais conceituações de tônus, para depois apresentar as concepções específicas de Gerda Alexander, dentro do contexto da eutonia. A percepção do tônus e a consciência do contato trazem vitalidade a um corpo que não está dissociado da mente e do espírito. Também podem nos ajudar, em um sentido mais amplo, a refletir para encontrarmos, a partir do indivíduo, maneiras contemporâneas de construir valores e atitudes mais éticas, projetando-as para organizações comunitárias e sociais mais humanizadas.
Palavras-chaves: Eutonia. Consciência Corporal. Tônus. Postura.


GROUNDING E VÍNCULO: ENRAIZAMENTO NO CORPO E NA VIDA
PEIXOTO, Ana Patrícia

RESUMO: Este artigo trata de uma leitura sobre como estamos enraizados e vinculados ao nosso corpo e a vida partindo do conceito de grounding desenvolvido por Alexander Lowen num dialogo com a Biossistêmica, aliado aos estudos dos aspectos afetivos oriundos do vínculo mãe-bebê e seu reflexo nas relações interpessoais no curso da vida. Partindo das bases orgânicas do grounding, que se estabelece nas vivências relacionais primitivas é apresentado como nossa história se revela pela memória psicocorporal. Em cada etapa do desenvolvimento pessoal e social se formam atitudes, gestos e movimentos típicos que desvela o vivido. Estes lugares contem padrões de ação que falam de como cada um foi acolhido e recebido no mundo. Neste artigo o foco do estudo é para os aspectos da relação primitiva mãe-bebê; o equilíbrio e alinhamento do corpo e de como somos afetados pelo ambiente que nos rodeia; como respondemos a ele através do nosso sistema interior: perceptivo, cognitivo, emotivo, relacional e social.
Palavras-chave: Biossistêmica. Enraizamento-grounding. Psicocorporalidade. Vinculo.


LUTO MATERNO DO DESMAME: UMA LEITURA DA PSICOLOGIA CORPORAL
OLIVEIRA, Kelly Patrícia Santos; VOLPI, José Henrique

RESUMO: O momento do desmame é crucial para muitas mães, que encaram com muito pesar esta perda, como se a partir desta separação, realmente, estaria rompido o cordão umbilical que torna o bebê totalmente dependente dela. Sendo assim, buscaremos entender as razões que levam algumas mães a vivenciarem este momento com mais dificuldades, não favorecendo, até mesmo, o desenvolvimento saudável de seu filho.
Palavras-chave: Desenvolvimento Infantil. Desmame. Luto. Psicologia Corporal. Vínculo.


MASSAGEM NOS CHAKRAS – FLUINDO ENERGIA
PANDINI, Agnaldo; EIDT, Alyne Cavallari; ADAMS, Dinalva Cavallari; ALMEIDA, Patrícia Rech

RESUMO: Os seres vivos possuem um campo energético ligado à energia universal, que pulsa num fluxo vertical através da medula espinhal, estendendo-se para fora do corpo físico no topo da cabeça e abaixo no cóccix, onde se encontram os chakras, vórtices em forma de cone. Quando o funcionamento destes chakras está desequilibrado, obstruído ou estagnado, o organismo adoece. Em harmonia, o fluxo de energia aumenta, vitalizando-o, desenvolvendo a autoconsciência e transmitindo energia entre os diferentes níveis áuricos. Reich aponta sete níveis corporais, comparados aos chakras, onde podem localizar-se deficiências ou estases energéticas, causadas por situações estressantes relacionadas às fases do desenvolvimento humano: embrionária, fetal e pós-fetal. A massagem nos chakras principais abre-os, levando ao seu funcionamento correto e melhorando o equilíbrio energético e a saúde.
Palavras-chave: Chakra. Energia. Massagem. Níveis reichianos.


MÁSCARAS DO SELF
SILVA, Andressa Melina Becker; LEITNER, Priscilla de Castro Campos

RESUMO: O conceito que fazemos dos outros, bem como o que fazemos de nós mesmos, está relacionado ao que sabemos do mundo, nossas experiências, das memórias e do que acreditamos ser possível. As relações se tornam mais complexas e mais dinâmicas e os diferentes contextos que estamos inseridos podem parecer, a princípio, mais difíceis de encontrar saída para os dilemas do dia-a-dia. Vestimos diferentes máscaras como se fossem roupas, com a possibilidade de trocá-las de acordo com o local e a ocasião.
Palavras-chave: Máscaras. Psicologia Corporal.


MAPA DE REDE E ECOMAPA: ESTRATÉGIAS DA PSICOLOGIA SISTÊMICA AUXILIANDO O TRABALHO CLÍNICO DA PSICOLOGIA CORPORAL
SILVA, Andressa Melina Becker; SILVA, Mariana Luiza Becker; BITTENCOURT, Isabella Goulart

RESUMO: O mapa de rede e o ecomapa são estratégias da Psicologia Sistêmica que permitem identificar a estrutura da família e seu padrão de relação, os conflitos e a interação social. Estas são ferramentas úteis, que podem ser usadas como fator educativo para a família, facilitando o acompanhamento necessário para a proposta terapêutica. Estas estratégias são aplicáveis na clínica da Psicologia Corporal, independente da linha adotada (Vegetoterapia, Bioenergética, Biossíntese, Biodinâmica, entre outras). O importante é que o indivíduo se sinta apropriado de sua vida e de suas relações e que, vivenciando o aqui e agora, perceba-se pertencente ao seu mundo.
Palavras-chave: Ecomapa. Mapa de Rede. Psicologia Corporal. Psicologia Sistêmica


O TERCEIRO PILAR DO EMAGRECIMENTO
SILVA, Anabel de Sales

RESUMO: Alimentação balanceada combinada com exercícios físicos são as ações recomendáveis para uma boa saúde e um controle das quantidades de gorduras corporais. A população mundial está cada vez mais obesa. As pessoas com excesso de gordura corporal geralmente procuram métodos de perda de peso fácil e rápido, ignorando informações acerca dos resultados em longo prazo. Geralmente estas pessoas negam o próprio corpo, dissociando-se do mesmo e, agem como se este fosse uma máquina cujo funcionamento seja automático aos estímulos e não sofra nenhum desequilíbrio conforme o manuseio. Sem perceberem, desencadeiam um processo contrário ao objetivo e provocam um aumento de gordura corporal resultando no efeito sanfona e em uma repetição comportamental contínua e inútil. A Psicologia Corporal investiga a história da pessoa e permite o desvelar das causas do desequilíbrio emocional que provoca um quadro excessivo de gordura. Este é o pilar que falta para transformar a realidade e encontrar-se em equilíbrio.
Palavras-chave: Alimentação. Emagrecimento. Exercícios Físicos. Psicologia Corporal.


O CORPO COMO LINGUAGEM: NARRATIVAS DE SI NAS PRÁTICAS E CUIDADOS EM SAÚDE MENTAL
ZURBA, Magda do Canto; THEIS, Hannah; BERNARDES, Suela M.

RESUMO: Neste trabalho, investigamos as práticas e cuidados em Saúde Mental ao longo da história, apontando a trajetória que o simbolismo do corpo foi adquirindo. Buscamos estudar como a percepção do corpo influencia a recuperação do paciente e as possibilidades que a psicoterapia corporal pode oferecer na atenção em Saúde Mental.
Palavras-chave: Corpo. Cuidado. Saúde Mental.


O RESGATE DE UM CORPO EM DEPRESSÃO ATRAVÉS DA VEGETOTERAPIA E DO EMDR
BARON, Adriana Karen do Rocio Vidal; STORCK, Ester Saphira

RESUMO: Sabe-se que a história de cada individuo fica registrada no corpo desde a gestação e, ao chegar à fase adulta, muitas vezes pergunta-se: “Quem sou eu?”. Quando este indivíduo entra em contato com sua história, resgatando e integrando aspectos identitários, conscientiza-se do presente e pode visualizar o futuro. Mas, para que isso seja possível, é preciso preparar o corpo, fazendo circular a energia favorecendo o contato consigo mesmo e trazendo a consciência o momento atual pela percepção do corpo, refletindo o que foi vivenciado e visualizando do futuro.
Palavras-chave: Adolescência. Adulto. Identidade. Infância. Resgate.


O CORPO-CRIANTE, CUIDADO À SAÚDE E ARTERERAPIA
DITRICH, Maria Glória

RESUMO: Diante das crises diversas que abalam a sociedade contemporânea, a questão do cuidado integral à saúde passa a ser um desfio e uma necessidade para ajudar a pessoa nas suas dores e sofrimentos. Dentro da arteterapia uma das preocupações do terapeuta é olhar o ser humano como um corpo-criante, complexo, com criatividade e espiritualidade, por isso capaz de ter a força para vencer problemas existenciais desde a manifestação da energia do amor vital que perpassa todo o seu corpo-criante. O objetivo do artigo é mostrar, dentro de uma abordagem transdisciplinar, que o cuidado integral às pessoas na arteterapia tem um eixo central – o corpo-criante da pessoa nas suas dimensionalidades, primárias e secundárias, que se articulam na dinâmica criadora da vida, na busca por descobrir um sentido maior para existir.
Palavras-chave: Corpo-criante, Cuidado à saúde, Arteterapia.


O MITO DE PERSÉFONE E SUA RELAÇÃO COM O CARÁTER ORAL
DITTRICH, Larissa F.; VOLPI, José  Henrique

RESUMO: Este artigo procura a relação existente entre o mito de Perséfone e o caráter oral da Psicologia Corporal. Para tanto busca descrever o mito de Perséfone, retratando a dependência psicológica entre mãe e filha. Também apresenta a estrutura de caráter oral segundo os pressupostos da Psicologia Corporal e por fim relaciona as características do mito de Perséfone com a estrutura oral de caráter. As relações entre o mito e a estrutura de caráter oral se evidenciaram pelas características da dependência e da depressão.
Palavras-chave: Caráter oral. Dependência. Depressão. Mito. Psicologia Corporal.


O MEIO COPO CHEIO – UMA VISÃO POSITIVA QUE ENLAÇA O REIK E A PSICOLOGIA CORPORAL NO CUIDADO DA PESSOA CO CÂNCER
EIDT, Alyne Cavallari

RESUMO: O câncer, segundo Reich, é uma Biopatia do encolhimento que revela um distúrbio na pulsação energética do organismo, pois a energia que deveria contrair e expandir para garantir a saúde realiza apenas o processo de contração, resultando em estase energética. Esse processo pode ocorrer por variados motivos, que vão desde uma predisposição genética à uma somatização. Sendo assim, é relevante apontar que frustrações emocionais em períodos anteriores ao diagnóstico do câncer, podem funcionar como gatilho. O Reiki é uma técnica terapêutica complementar, que utiliza a imposição de mãos em pontos específicos de circulação energética, os chakras, para reequilibrar e reabastecer a energia do paciente. Associado à manta orgonótica ou acumulador de energia orgônio, propõe melhora no organismo doente.
Palavras-chave: Câncer. Reiki. Reich. Energia. Manta Orgonótica.


O   CUIDADO INTEGRAL NO PROJETO DE EXTENSÃO “MÃOS DE VIDA”
GIORGI, Maria Denise Mesadri; FISCHER-SGROTT, Francine; DITTRICH, Maria Gloria

RESUMO: Este artigo tem como objetivo relatar a experiência dos profissionais do Projeto de Assistência Social “Mãos de Vida: Empoderamento para a Cidadania” no cuidado integral as pessoas com diagnóstico de câncer de mama.O projeto é uma prática transdisciplinar para o empoderamento das pessoas no campo da educação e da saúde. A equipe de trabalho compõe-se de 12 profissionais da área da saúde e das ciências humanas, que com suas especificidades trabalham dentro da metodologia CiTranSI, tendo como objetivo central o cuidado integral à pessoa para a sua saúde e formação educacional com foco no empoderamento social. Ele acontece na UNIVALI-Campus Itajaí-SC e atua em rede social. Seus resultados vêm trazendo impactos sociais como: elevação da qualidade no cuidado à saúde e à educação em saúde de mais de 733 pessoas entre mulheres e homens com câncer de mama e familiares; formação de docentes e alunos e comunidade parceira (Associação Amor Próprio – Itajaí/SC), dentro de uma visão transdisciplinar de cuidado integral à saúde, visando formar replicadores para atuarem na rede de assistência social no Vale do Itajaí.
Palavras-chave: Cuidado. Espiritualidade. Projeto Mãos de Vida


O DESPERTAR DA VIDA AFETIVA AOS 81 ANOS COM ALZHEIMER
NOGUEIRA, Gelci

RESUMO: O trabalho apresenta resultados surpreendentes com uma Doente de Alzheimer (DA). Redescobre os afetos saudáveis, reaproximando-se da família. Objetiva identificar as falhas profissionais ocorridas antes e depois do diagnóstico médico, confirmar DA. Foram realizadas sessões com Terapias Corporais, complementadas com atividades Geriátricas e TCC.
Palavras-chave: Afetos. Alzheimer. Bioenergética. Diálogo. Reintegração familiar.


PSICOTERAPIA CORPORAL APLICADA A CASAIS SOB O ENFOQUE DA BIOSSÍNTESE
NERY, Maria de Nazaré

RESUMO: Psicoterapia de casal tem como foco principal a relação dos cônjuges, independente do caráter ou relação familiar. A biossíntese é uma psicoterapia somática com raízes em diversos enfoques da psicologia, incluindo a pré e pós-natal. É uma abordagem terapêutica fundamentada em conhecimentos derivados da embriologia.
Palavras-chave: Biossíntese. Energia. Casal. Psicoterapia. Relação.


PULSAÇÃO E VIDA X CONTRAÇÃO E PESTE EMOCIONAL
VOLPI, José Henrique; VOLPI, Sandra Mara

RESUMO: Reich nos ensinou que vida corresponde a movimento. A criança, ao nascer, traz consigo um patrimônio energético que desde cedo está exposto a intempéries emocionais. Quando o organismo sofre e se contrai, congelam-se as emoções, e se formam traços de caráter e, por consequência neuroses, que tornam os campos energéticos intolerantes perante o vivo. O oposto disto também é verdadeiro: quando o organismo pulsa, encontra em si mesmo os recursos necessários para transformar sua própria energia e a do ambiente ao seu redor, mantendo seu aspecto saudável.
Palavras-chave: Contração. Couraça. Energia. Orgone. Pulsação. Peste emocional.


PROGRAMA “DA EMPRESA PARA A VIDA”: A PSICOLOGIA CORPORAL APRIMORANDO AS RELAÇÕES INTERPESSOAIS NO TRABALHO
ZYCH, Valleska; VOLPI, Sandra Mara

RESUMO: O presente artigo tem por objetivo descrever as maiores dificuldades nas relações interpessoais dentro das empresas e propor um programa que gere melhoras nesse quesito. Desânimo, erros, discussões, faltas, acidentes, entre tantos outros problemas, são motivos para trabalhadores de empresas não desempenharem suas funções com qualidade, contribuindo assim para a decadência da empresa. Além do estresse, muitas dificuldades estão relacionadas com o tipo de caráter de cada pessoa, que também juntas, formam o caráter do grupo. O Programa “Da Empresa para a Vida” pode contribuir para o autoconhecimento do empregado, para que este conheça suas capacidades, limites e suas dificuldades mantendo uma relação saudável com seus colegas de trabalho, melhorando seu desempenho na empresa e na vida.
Palavras-chave: Autoconhecimento. Caráter. Psicologia Corporal. Relações Interpessoais. Trabalho.


REICH NA ESCOLA: CONTRIBUIÇÕES DA PSICOLOGIA CORPORAL AO TRABALHO DO PSICÓLOGO ESCOLAR
ALMEIDA, Patrícia Rech

RESUMO: Atualmente percebemos o aumento dos conflitos gerados pela ausência de contato na relação entre pai, mãe e filho(a) e na relação com o campo familiar e social. A proposta desta palestra é apresentar alguns desses comprometimentos psicoafetivos que impactam sobre os campos energéticos, as relações e, por consequência, o temperamento, a personalidade e o caráter.
Palavras-chave: Corpo. Desenvolvimento. Energia. Psicologia. Reich.


REVISITANDO A TRAVESSIA EDÍPICA NO CORPO: O TRABALHO BIOENERGÉTICO COM A SEXUALIDADE
NASCIMENTO, Périsson Dantas; MOURA, Eugenice Paula

RESUMO: O Complexo de Édipo configura-se como o evento central que consolida a estrutura e dinâmica básicas do eu (ego), por meio de uma complexa rede de identificações com os personagens que ocupam a função materna (sustentação das necessidades, holding, diferenciação primária do eu/outro) e paterna (internalização das leis sociais, individuação por diferenciação da díade simbiótica com a mãe e canalização da energia sexual para fora do casal parental). Esse processo configurará, numa ótica reichiana, a formação básica das defesas de caráter, sustentadas organicamente pelas tensões musculares crônicas que impedem o fluxo psicossomático para a descarga bioenergética. O trabalho visa revisitar esse processo no corpo, por meio de exercícios bioenergéticos e de visualização, de forma a conectar com nossa história pessoal referente à conexão amor/sexo e apropriação da potencia orgástica.
Palavras-chave: Análise bioenergética. Édipo. Sexualidade.


REFLEXÕES SOBRE A AUTONOMIA DO IDOSO: ATRAVÉS DA BIODANZA, GERONTOLOGIA SOCIAL E PROGRAMAÇÃO NEUROLINGUÍSTICA-PNL
CAMPOS, Wanda Maria Palmeira

RESUMO: O estudo em questão refere-se à necessidade de se construir ao longo do processo existencial o chamado envelhecimento eugérico ou bem sucedido, por meio de instrumentos que proporcionem regulação da identidade e autoestima para um estilo de vida satisfatório, onde a autonomia seja conquistada pelo idoso. Para tanto, faz-se uma reflexão sobre como as abordagens terapêuticas de Biodança (ou Biodanza), Gerontologia Social e Programação Neurolinguística, podem colaborar.
Palavras-chave: Biodança. Biodanza. Gerontologia Social. Programação Neurolinguística (PNL).


SAÚDE QUÂNTICA: ENERGIA SUTIL ATUANDO NO CORPO FÍSICO E EM SUAS EMOÇÕES
MAFESSOLLI, Ana Paula; CRISTOFOLINI Glória Maria

RESUMO: Ao nos dedicarmos a conhecer a medicina quântica nos convencemos que os seres humanos são muito mais que corpo físico, e sim, sistema integrado de energia vital, onde reside nossa essência, nossa alma que impulsiona a vida. Considera-se oportuno dedicar-se parte dos estudos da Psicologia Corporal na aplicabilidade de diferentes tipos de terapias energéticas convergentes a física quântica, como também aos trabalhos da psicologia estudada por Reich no tratamento clínico, desde que não exista uma dicotomia entre físico, psicológico, espiritual e emocional. Acredita-se que nada se passa na mente que o corpo não manifeste. A consciência corporal é um caminho para cura. No momento que conscientizamo-nos de males e dores, estamos acionando o que há de mais precioso e sensível no corpo: vibração celular. E, é a partir dessa consciência que poderemos com mais habilidade intervir nas couraças proporcionando o equilíbrio do corpo, mente, espiritualidade e emoção.
Palavras chaves: Corpo. Emoções. Energia Vital. Saúde Quântica.


TECNOLOGIA E RELACIONAMENTOS VIRTUAIS: EVOLUÇÃO OU INVOLUÇÃO HUMANA?
SILVA, Andressa Melina Becker

RESUMO: A pós-modernidade está presente no cotidiano das pessoas, que segundo os cientistas, evoluíram dos primatas, seus ancestrais. Essas pessoas têm a vida ameaçada pela desorganização devido à falta de tempo e a correria de precisar cumprir inúmeras tarefas jamais imaginadas tempos atrás. Seus sentimentos são alicerçados às curtidas no Facebook, twitter, postagens e e-mails.
Palavras-chave: Facebook. Psicologia Corporal. Relacionamentos virtuais. Twitter.


UM OLHAR PARA A SEXUALIDADE FEMININA: RUMO ÀS CRIANÇAS DO FUTURO
DE NADAL, Luciana Garbini; VOLPI, Sandra Mara Volpi

RESUMO: Reich acreditava na transformação de nossa sociedade através da intervenção precoce na formação dos indivíduos: a chave está na proteção do princípio vital presente nas crianças, para que estas se desenvolvam da maneira mais natural possível. Desta forma, se tornariam adultos saudáveis, capazes de construir um mundo melhor. Dentre os fatores fundamentais para pôr em prática este projeto de prevenção de neuroses está o trabalho de conscientização com os pais, em especial com a mãe, pois a forma como esta vivencia e dá significado à sua sexualidade influencia diretamente na formação da criança. A sexualidade feminina é um tema cheio de controvérsias na literatura quanto às suas particularidades. Além disso, as mulheres parecem não se dar o direito de conhecer suas reações sexuais, nem de explorar seus potenciais nesta área. Este artigo tem por objetivo analisar o quanto a vivência da sexualidade influencia a mulher no momento de ser mãe.
Palavras-chave: Crianças do Futuro. Maternidade. Potência Orgástica. Prevenção de neuroses. Sexualidade Feminina.