Anais 2004

Anais do Congresso Brasileiro de Psicoterapias Corporais

Os Anais do Congresso Brasileiro de Psicoterapias Corporais, edição 2004, são coletâneas de textos enviados pelos autores que apresentaram seus trabalhos nos Congressos. O texto dos anais é de inteira responsabilidade de cada profissional e não expressa necessariamente a opinião dos diretores do Centro Reichiano.

Para ler os artigos dos Anais-2004, é necessário ter instalado em seu computador um leitor de PDF. Se você não tiver o programa instalado em seu computador, pode fazer o download. Basta só clicar no endereço: http://www.baixaki.com.br/site/dwnld71431.htm

Clique no título para abrir o PDF

ANÁLISE BIOMECÂNICA DOS MOVIMENTOS NO STOOL
Autor(es): ALFIERI NETO, Aurélio; SOUZA, Juliana N. Lins

A bioenergética procura entender o caráter do indivíduo pelo corpo e seus processos energéticos, sendo estes, a produção de energia pela respiração e pelo metabolismo, e a descarga de energia no movimento. Na terapia bioenergética, combinam-se os trabalhos corporais e mentais, com o objetivo de equilibrar as funções energéticas do indivíduo. Os trabalhos corporais utilizados pela bioenergética podem ser manipulatórios (massagens, toques) ou exercícios específicos, para diminuir tensões musculares e facilitar a respiração.


CONSIDERAÇÕES NEUROPSICOFISIOLÓGICAS SOBRE A COURAÇA MUSCULAR
Autor(es): ALMEIDA, Daniel

Com a análise do caráter, tornou-se possível entender as resistências do paciente ao tratamento analítico vigente na época, resistências estas que faziam parte da chamada couraça de caráter. Na seqüência desse trabalho, Reich  também percebeu ser possível ler no corpo do paciente as resistências e defesas, pois o corpo revelava as expressões emocionais vividas até aquele momento.


PERDENDO AS ILUSÕES
Autor(es): AMORIM, Arlene Beatriz

RESUMO: O presente trabalho argumenta sobre as ilusões que nos tornam prisioneiros da realidade. Elas são defesas do ego contra essa mesma realidade. Para estarmos saudáveis emocionalmente precisamos aceitar a realidade. E qual é a nossa realidade? A realidade é nosso corpo. Nosso “self” não é uma imagem em nosso cérebro mas um corpo que pulsa e sente.


INFLUÊNCIAS DOS BLOQUEIOS CORPORAIS NA APRENDIZAGEM DA CRIANÇA
Autor(es): BACRI, Ana Paula Romero; MOTA, Maria Veranilda

RESUMO: O presente trabalho tem como objetivo analisar a relação existente entre a sensação de medo vivenciada pelas crianças nas atividades escolares, com sua influência no processo de respiração e conseqüente formação de couraça muscular, a qual interfere nos processos de aprendizagem, podendo inclusive inibi-los. Para tal utiliza-se como abordagem metodológica a pesquisa bibliográfica, tendo como referencial teórico as obras de Wilhelm Reich, apropriando-se de seus conceitos de couraça muscular e bloqueios energéticos, bem como suas contribuições para a educação.


UMA COMPREENSÃO REICHIANA SOBRE A BULIMIA NERVOSA
Autor(es): BARBISAN, Letícia

RESUMO: Há alguns anos atrás, a bulimia nervosa era um assunto pouco difundido. Entretanto, atualmente, vem despertando grande interesse por parte da comunidade médica e da população em geral, pois está cada vez mais e de uma maneira assustadora fazendo parte do nosso dia a dia. A mudança nos padrões de beleza ocorrida nas últimas décadas apresenta como característica marcante o “culto ao corpo”, uma obsessão em perder peso, principalmente por parte das adolescentes, que buscam com avidez o corpo esbelto, magérrimo, de modelo.


GRUPO DE CONVIVÊNCIA: A CONTRIBUIÇÃO DA PSICOTERAPIA CORPORAL NUM SERVIÇO DE SAÚDE MENTAL
Autor(es): BENITES, Patricia Ziani

RESUMO: O presente artigo retrata, antes de tudo, um aprendizado de amor, o qual estou tendo a oportunidade de vivenciar. É o acreditar no Potencial Humano, sem críticas ou julgamentos. É o acreditar na (Re) descoberta do âmago e no amadurecimento do Ser, Transcendendo o Sofrimento.


O CUIDADO COM O CORPO DE SENSAÇÕES NA CLÍNICA CONTEMPORÂNEA
Autor(es): BERGER, Rebeca Lea

RESUMO: O grounding pode ser considerado um conceito chave, uma ferramenta valiosa no trabalho de psicoterapia. Esta contribuição de Alexander Lowen vem se mostrando valiosa na prática cotidiana no processo de análise individual (e vem se estendendo também aos trabalhos com grupos).


ENCANTAR PARA ENSINAR
Autor(es): BERNARDELLI, Marlize Spagolla

RESUMO: O presente estudo sobre o ensino de Química tem como finalidade apresentar um método alternativo sócio-interacionista de ensinar, tendo a modelagem como recurso metodológico e o “encantar” como técnica motivadora. A intenção é levar os alunos à compreensão e ao estudo da Química de maneira satisfatória, prazerosa e atraente, eliminando ou reduzindo os problemas da falta de atenção, indisciplina, desmotivação e baixo rendimento escolar.


TRABALHO CORPORAL COM PACIENTES PSIQUIÁTRICOS: EXPERIÊNCIA DE GRUPO DE MOVIMENTO EM UMA CLÍNICA PSIQUIÁTRICA
Autor(es): BIOTTO, Ademir

RESUMO: Este trabalho é o resultado da aplicação sistemática de grupos com pacientes psiquiátricos que venho desenvolvendo desde 1999, na Clínica Conviver, que é uma entidade particular que atende pacientes psiquiátricos em fase aguda de tratamento. A população assistida é de classe sócio-econômica-cultural de alto poder aquisitivo. O objetivo do trabalho é de auxiliar no processo de contenção da crise e despertar para a conscientização de suas reais possibilidades, além de trabalhar a aceitação da doença e da importância do tratamento.


RESSIGNIFICANDO O CORPO: UMA PERSPECTIVA BIOSSISTÊMICA DA OBESIDADE
Autor(es): BOGAZ, Ângela Maria Macri; TERRUGGI, Renata

RESUMO: A proposta desse trabalho em grupo com o tema obesidade sob a visão biossistêmica, foi encontrar novos significados para a vida do corpo de obesos, ex-obesos, pacientes cirúrgicos (de redução estomacal) e indivíduos em dieta para emagrecimento. Outrossim, aborda processos energéticos individuais através de exercícios de Análise Bioenergética e com maior compreensão da inter- relação dos participantes do grupo como reprodução de um sistema maior.


O OLHAR E A CONDIÇÃO ESQUIZOFRÊNICA
Autor(es): BRANDÃO, Frinéa

Queremos definir olhar. Primeiro diferenciando-o da visão. A visão é o ato ou o efeito de ver, função sensorial operada pelos olhos sob os efeitos da luz. O olhar é dirigir os olhos para alguém, um objeto, objetos diversos ou para si mesmo, sabendo distinguir cada objeto e diferencia- los de si mesmo. Essa é a proposta desse artigo para os anais do congresso.


OUTRAS MODALIDADES DO TRABALHO OCULAR COM PACIENTES COM TRANSTORNOS GRAVES
Autor(es): BRANDÃO, Frinéa

RESUMO: Trabalhava na Colônia Juliano Moreira no Rio de Janeiro, onde fui implicada na atenção a inúmeros pacientes há anos em grave dependência institucional, presos a camisas de força químicas, com pouquíssima possibilidade de expressão afetiva. Atendia no consultório, à época no IBRAPSI, alguns pacientes, muito diferentes dos da Colônia. Ali no IBRAPSI, a psicofarmacoterapia era individualizada, assim como a psicoterapia. A preocupação com o respeito à produção, pelos clientes, de valores socialmente reconhecíveis contrastava com o isolamento a que eram segregados os internos da Colônia.


EXPERIMENTANDO O PRAZER DE SER
Autor(es): CALAZANS, Luciana Rosa; RODRIGUES, Simone

RESUMO: As pessoas são reconhecidas pelos que as cercam por um determinado conjunto de características. São as suas características mais marcantes. Com elas se apresenta em novos grupos, se descreve e se reconhece. É o seu jeito de estar no mundo, é o jeito com o qual foi mais aceito. É lembrado sempre por este papel: o “palhaço” da turma, o tímido, o simpático, o intelectual, o sedutor.


AMOR, SEXUALIDADE E AS ETAPAS DA VIDA
Autor(es): CALEGARI, Dimas

RESUMO: Vamos falar do amor infantil, do amor adolescente, do amor adulto e do amor maduro e vamos falar da sexualidade ligada a essas formas de amor. Vamos falar das funções transcendentes do amor e da sexualidade.


INTIMIDADE EMOCIONAL
Autor(es): CALEGARI, Dimas

RESUMO: O que mais necessitamos atualmente é de intimidade emocional. A intimidade física é hoje muito fácil, porém, não cria vínculos nem sustenta relações amorosas estáveis. Confundimos amor com sexualidade e intimidade emocional com intimidade física. “Fazemos amor” como se amor e sexo fossem a mesma coisa. A sexualidade e a intimidade física são estímulos fortes e importantes para a vida, mas não geram vínculos nem mantêm a relação estável, necessária para os cuidados e a proteção da vida.


CORPO, PULSAÇÃO, EXPANSÃO E CIDADANIA – RESGATANDO A VIDA/IDENTIDADE
Autor(es): CAMPANHA, Alcionir Roberty

RESUMO: Este artigo traz reflexões sobre a Pena e a Prisão, sua evolução histórica e a expectativa de “correção do delituoso” a partir de um modelo punitivo, degradante, tendo como pano de fundo a vingança institucionalizada. Aborda o processo de construção de um projeto de inclusão social contrapondo as mazelas herdadas do Sistema Penitenciário, por meio da formação de redes para atendimento ao egresso, incluindo o Projeto “Corpo, Pulsação Expansão e Cidadania – Resgatando a Vida e Identidade”, como possibilidade do auto-cuidado, auto-respeito diante das degradações de sua passagem pelo sistema prisional. É neste contexto que a Análise Bioenergética é utilizada como base teórica para a inserção desse sujeito no social.


AS FERIDAS DO AMOR
Autor(es): CARDENUTO, Léia; RIELLI, Maria Ercília

RESUMO: Neste trabalho teórico-vivencial, através de histórias, sons e imagens vamos propor um encontro com o aspecto “curador-ferido” que existe em todos nós. Vamos partir da história do nascimento da medicina e do profissional de ajuda, desde a antiguidade clássica, onde a figura de Quíron, o centauro curador, aparece como um dos pais da psicoterapia. Ele foi, na mitologia grega, tutor de Hércules e de Apolo, deuses da força, da coragem e da beleza, e com seus poderes e conhecimento sobre plantas, tratava e ensinava a curar a seus discípulos.


O USO DO DESENHO DO CORPO E SEUS CONTEÚDOS NO DIAGNÓSTICO DIFERENCIAL EM ANÁLISE BIOENERGÉTICA
Autor(es): COELHO, Reginaldo Teixeira

RESUMO: Pesquisando o desenho do corpo humano feito por 100 clientes nas sessões introdutórias no processo de Análise Bioenergética resolvi escolher 10 destes desenhos e tive como hipótese “que esses desenhos refletiam os tipos caracteriais descritos por W. Reich e A. Lowen e que estes desenhos eram representativos dessas instâncias caracteriais”. Machover(18) fez da análise do desenho da figura humana uma forma de diagnosticar a personalidade de uma maneira mais geral e demonstra a efetividade deste diagnóstico na compreensão da personalidade.


A CLÍNICA DA ANÁLISE BIOENERGÉTICA NO ESPAÇO ACADÊMICO
Autor(es): DALMONECHI, Orieta Silvia

RESUMO: A história deste percurso tem início em agosto de 1977 com a nossa entrada no mundo acadêmico como professora da Universidade Federal do Espírito Santo (UFES), onde ainda não havia o curso de Psicologia. Iniciamos lecionando as disciplinas Psicologia da Personalidade e Psicologia Social para os cursos de Serviço Social e Pedagogia.


A ABORDAGEM NEO-REICHIANA NA CAPACITAÇÃO DE PROFESSORES
Autor(es): DEL BIANCO Lisete M.; MIGUEL, Walquíria Regina

RESUMO: Este trabalho é o relato resumido de uma experiência de um ano na capacitação de professores do ensino fundamental e educação infantil. Temos por finalidade abrir para discussão e troca de experiências dentro da área. Assim sendo não apresentamos uma discussão dos resultados e nem uma conclusão. Isso é um trabalho ainda em andamento. As referências bibliográficas que se seguem ao final, servem apenas como elucidação do material que acessamos para a continuidade e embasamento dos trabalhos. Elas não são conclusivas e serviram apenas para a programação das sessões. Para a discussão dos resultados há uma outra bibliografia que não é oportuna para o momento.


A ALEGRIA E A FELICIDADE NAS TERAPIAS CORPORAIS E NA PESQUISA CIENTÍFICA: ENFIM JUNTAS
Autor(es): DEL BIANCO Lisete M.; NEDER, Mathilde

RESUMO: O que me fez pensar nesse tema foi a ultima edição da Bioenergetic Analysis , do Inverno de 2002, dedicado à pesquisa científica. O jornal me chegou numa boa hora, uma vez que estou me dedicando à minha tese de mestrado, com um foco especial na análise bioenergética. O meu tema de pesquisa é alegria. No tempo que eu fiz minha primeira revisão de literatura em pesquisas empíricas sobre o tema, encontrei uma razoável quantidade de artigos cruzando palavras chaves como alegria, felicidade, bem estar subjetivo, mas nada encontrei quando cruzava essas palavras com terapia bioenergética ou teoria reichiana,  o que me fez  supor que, ou não havia pesquisas na área ou, se havia, não estavam publicadas.


O CORPO CONTEMPORÂNEO
Autor(es): ESPER, Elisa Maria B.; NEDER, Mathilde

RESUMO: Numa breve perspectiva histórica, observamos um processo onde inicialmente encontramos um corpo sacralizado, identificado com o corpo religioso, cristão, cuja principal preocupação constituía-se na ocultação do mesmo. Aos poucos vai se estabelecendo uma compreensão corporal fruto do avanço do conhecimento da anatomia e fisiologia, passando-se para uma visão funcional, libertando-se da visão religiosa. Na lógica industrial, o corpo passa a ser visto como força de trabalho e, com a psicanálise, a dimensão pulsional, erógena são também a ele incorporadas. Esse corpo erógeno passa também a ser suporte dos signos cambiados com desejos ideológicos, veiculados mediáticamente.


REICH PARA ALÉM DA CLÍNICA: APLICAÇÃO DOS PRINCÍPIOS REICHIANOS AO TRABALHO
Autor(es): FERNANDES, Juvenal

RESUMO: O presente artigo trata de uma discussão parcial de valores reichianos e sua oposição a parâmetros do mundo globalizado, como uma compreensão para o mundo do trabalho. Embora expressas na primeira metade do século XX, as idéias de Wilhelm Reich acerca do tema do trabalho, especialmente em sua obra “Psicologia de Massas do Fascismo” (1988), em verdade um tratado de psicologia política, podem ser consideradas oportunas e atuais, se as confrontamos com os resultados de pesquisas recentes.


UM GRUPO FORMATIVO ITINERANTE: A EXPERIÊNCIA DO CAMPO FAMILIAR PARA O CAMPO SOCIAL, OBSTÁCULOS E SUCESSOS
Autor(es): FERNANDES, Juvenal; PAIVA, Mary Jane A.; NUNES, Olinda Fertonani

RESUMO: Os objetivos da psicoterapia de grupo como coadjuvante à Vegetoterapia Caráctero- Analítica são amplos e variados. 05 psicoterapeutas das comunidades de Natal-RN, Brasília-DF e São Paulo-SP descreverão a experiência de um grupo formativo itinerante que refletiu as diversas dificuldades que as instituições, de modo geral, apresentam em seu nascimento, crescimento e, por vezes, estagnação e morte, relacionando-as com o campo social onde está inserido. Aponta- se como as instituições podem adoecer se nas mesmas forem perpetuados os vieses do campo familiar.


FAZENDO AS PAZES COM O CORPO
Autor(es): FLORENCE, Laura

RESUMO: De que maneira ao meio de um turbilhão de questões, perdas, medos, transformações físicas e afetivas um indivíduo com câncer pode manter o corpo pulsante e sensível? Como transformar a idéia de um corpo traidor para um corpo aliado? Como permanecer parteiro às avessas, “ao lado” de um paciente próximo da morte e ajudá-lo a viver este momento de maneira serena e real? Ou, como tirá-lo de um estado de letargia para um estado mais energético e potente e “devolvê-lo” a vida?


APLICAÇÃO DA ANÁLISE BIOENERGÉTICA PARA GRUPOS DE ADOLESCENTES
Autor(es): FRANÇA, Edson Galrão

RESUMO: Wilhelm Reich, em toda a sua obra, sempre pregou a importância de se levar esta forma de terapia, a Psicoterapia Corporal, para as massas, saindo assim dos consultórios elitizados e indo até a população em geral.A proposta deste trabalho é buscar viabilizar a utilização do modelo clinico da Análise Bioenergética através dos seus exercícios corporais e expressivos,adequando a sua linguagem,forma de aplicação e objetivos a grandes grupos de adolescentes na faixa de 15 a 18 anos em média.


INTRODUÇÃO AOS CONCEITOS BÁSICOS DA BIOSSÍNTESE
Autor(es): FRANÇA, Edson Galrão

RESUMO: Em minha formação básica em Biossíntese, muitas vezes senti a necessidade de estruturar o conhecimento para poder incorporá-lo de forma organizada e numa linguagem simples. Há 10 anos atrás eu fui convidado para ir a Curitiba num Congresso de Terapias Corporais para apresentar conceitos de Biossíntese. Trouxe, então, esta estrutura que foi apresentada aos participantes que se encantaram com a Biossíntese, iniciando assim uma formação nesta abordagem no Paraná. Agora novamente sou convidado, o que me remete ao desejo de reapresentar estes conceitos, para mim valiosos e estruturantes, do pensamento em Biossíntese.


O CORPO REFLETE O SEU DRAMA – SOMATODRAMA. O ISÍVEL E O INVISÍVEL. BIOGRAFIA SENSÍVEL DE UM CORPO
Autor(es): FREIRE, Maria Christina

RESUMO: O Somatodrama foca a atenção no corpo sensível, por acreditar ser ele o porta-voz de verdades inconscientes que pedem revelação. Os sintomas e a doença orgânica são os protagonistas de um drama vivido que emergem no cenário corpo e no palco do seu universo relacional. Encontra sua fundamentação teórica no Psicodrama de J. L. Moreno, e na fenomenologia da percepção de M. M. Ponty.


PSICOTERAPIA FOCAL PARA GESTANTES – UMA ABORDAGEM NA PERSPECTIVA DA VEGETOTERAPIA CARACTEROANALÍTICA
Autor(es): FREITAS, Fernanda

RESUMO: O trabalho é desenvolvido dentro de uma perspectiva da Psicoterapia Breve elaborada por Xavier Serrano (psicólogo clínico, fundador e diretor da Escola Espanhola de Terapias Reichianas – ESTER). A partir da referência da Vegetoterapia Caracteroanalítica que Reich definiu a partir de 1942 como Orgonoterapia, estando também presente a valiosa contribuição do neuropsiquiatra Federico Navarro na elaboração de uma sistemática de trabalho clínico, Xavier Serrano Hortelano define a abordagem da Psicoterapia Breve Caracteroanalítica (PBC) dentro de uma perspectiva focal.


WILHELM REICH: UM HOMEM E SUAS GUERRAS
Autor(es): GASPAROTTO, Florismar

RESUMO: Reich sempre despertou uma grande atração sobre mim. Entretanto, ao ler sua biografia algumas partes chamavam muito a minha atenção, entre elas: seu pai proibi-lo de falar iídiche e de brincar com os filhos dos empregados judeus e dos camponeses; a necessidade de afirmar que teve uma educação alemã; a vontade de participar da I Guerra Mundial e; principalmente, ele ter nascido, vivido e morrido em períodos de guerra.


RESILIÊNCIA NA ADOÇÃO
Autor(es): GÓES, Milcia Caiani

RESUMO: O objetivo desta pesquisa bibliográfica é a elucidação quanto à promoção e o desenvolvimento de resiliência em crianças, utilizando-se deste promissor instrumento de trabalho dentro do contexto da adoção, para que estas crianças tenham uma reintegração mais saudável à realidade na superação dos eventos traumáticos sofridos, conduzindo-as a uma vida competente.


SONS E GESTOS LIBERTADORES DE TENSÕES
Autor(es): GOMES, Maria José B.; FILIPO, Naira

RESUMO: Na hipótese deste trabalho, o som está entrelaçado ao gesto, isto quer dizer o som e o gesto unidos estabelece uma harmonia para nossa vida, seja na nossa expressão ou no contato com o outro. Para o esboço do tema, tomamos as vivências e trabalhos do nosso cotidiano dentro do contexto da Análise Bioenergética e nos cantos do coral. Começamos nosso texto falando da expiração profunda e libertadora, como diz Richard Hoffimann e Urich Gudat, no livro Bioenergética (Liberar a energia vital p.30, 1997), se você deixar sair sons com o suspiro de dor, de alívio, raiva, prazer, bem-estar auxiliá-lo-ão a intensificar sua vivência.


NUEVAS ESTRATEGIAS CLÍNICAS PARA EL ABORDAJE DE LOS SINTOMAS CONTEMPORNEOS
Autor(es): BOGGIO, Luis Gonçalvez

RESUMO: En su conocido texto “Posdata sobre las sociedades de control” Gilles Deleuze (1992) vislumbra que la sociedad contemporánea no se constituye más desde bases disciplinarias (el confinamiento, el encierro) sino, mucho más, desde el control continuo y las comunicaciones instantáneas (máquinas cibernéticas, computadoras, robótica, mass-mediatización) en espacios abiertos. Su camarada y amigo Michel Foucault (1985) había estudiado previamente, y en forma exhaustiva a las sociedades disciplinarias, a las que Deleuze, decía, estamos dejando de pertenecer.


DESBLOQUEANDO EL SEGMENTO OCULAR Y EL SEGMENTO TORÁCICO EN LA CLÍNICA BIOENERGÉTICA GRUPAL
Autor(es): BOGGIO, Luis Gonçalvez

RESUMO: La forma en que miramos en el dispositivo bioenergético se discrimina radicalmente de la mirada en el dispositivo psicoanalítico. Como reichianos podemos afirmar que en el psicoanálisis se produce una profunda fragmentación, tanto del paciente como del terapeuta, en función del dualismo mente/cuerpo que teorizan y practican. En el setting psicoanalítico el terapeuta no jerarquiza la mirada sino la escucha. En la medida que el inconciente está estructurado como un lenguaje, a los ojos del psicoanalista, el paciente es lo que habla. Al cuerpo del paciente sólo le resta acostarse en el diván y dejar a su psiquis manifestarse a través del habla. No se lo mira, en la medida en que se prioriza la escucha a cualquier otra expresión corporal. El paciente y el terapeuta se encuentran, por lo tanto, en un juego de espejos (transferencia/contratransferencia) viabilizados por el habla y por la escucha. Espejos en que para ver es preciso que no miren.


ACUPUNTURA Y ORGONOMÍA
Autor(es): INZA, Carlos

RESUMO: La teoría de la medicina tradicional china y los aportes de la Orgonomía reichiana trabajados en conjunto proporcionan una potente herramienta para el diagnóstico y el tratamiento que recién comienza a explorarse. Una síntesis de los encuentros y posibilidades que ofrecen ambas disciplinas.


A RAIVA NOSSA DE CADA DIA OU RAIVA: A EMOÇÃO QUE CURA. UMA VIVÊNCIA COM A ANÁLISE BIOENERGÉTICA
Autor(es): JEBBER, Leonardo José

RESUMO: Este texto embasa a vivência do mesmo nome na “I Convenção Brasil/Latino-América de Psicoterapias Corporais”. Este trabalho está embasado no capitulo cinco (5) do livro “Alegria: a entrega ao corpo e à vida” de Alexander Lowen, criador da Análise Bioenergética.


A ANÁLISE BIOENERGÉTICA COMO FERRAMENTA NO RESGATE E CONSTRUÇÃO DE UMA NOVA IDENTIDADE
Autor(es): LAMEIRINHA, Ana Silvia

RESUMO: Neste trabalho vou buscar nos ensinamentos de Reich e Lowen, como ajudar a Construir uma Nova Identidade, através de exercícios, movimentos e expressões. Na época de Freud e Reich (1995), as pessoas respondiam segundo um padrão sócio- cultural que as obrigavam a agirem e, a serem como a sociedade da época exigia que elas fossem. Com a Revolução Sexual, muitas regras foram rompidas e as pessoas passaram a buscar outro tipo de identidade, não queriam mais a repressão. Buscaram a liberdade de expressão, a liberdade de movimentos, etc. Elas sentiam a necessidade cada vez maior de se mostrarem. Essa abertura que foi muito importante na época, fez também com que as pessoas ficassem muito perdidas e, novamente sem sua própria Identidade.


PROJETO NOSSOS FILHOS – NOSSOS MUNDOS
Autor(es): LESCOVAR, Idamis

RESUMO: Após vários anos de trabalho em algumas instituições, e em consultório particular, pude observar a dificuldade dos adultos em compreender o universo infantil. Tanto os pais, em casa, como os educadores, em suas atividades de trabalho, deparam- se com dificuldades em relação às crianças, seja por falta de informação ou por dificuldade pessoal em abordar algum conteúdo específico com elas. Um exemplo bastante usual é o tema da sexualidade. Apesar de toda informação, distorcida ou não, veiculada pela mídia atualmente, esse assunto continua sendo muitas vezes intocado pelos educadores. Outros temas, como limites e agressividade, também são foco de grande interesse.


TRANSFORMANDO COM AS HISTÓRIAS
Autor(es): LIMA, Ana Tereza; FRANÇA, Kelsilene

RESUMO: Os contos de fadas remontam desde a Antiguidade (mais de 25.000 anos), apresentados inicialmente através da narrativa oral. Eram contados em volta da fogueira, nas zonas rurais para os iletrados, para reis e rainhas. Originalmente surgiram do imaginário humano, com a finalidade de ensinar, direta ou simbolicamente valores, atitudes, possibilidades, regras, comportamentos que fizessem parte do mundo onde viviam. A mesma história era transmitida de geração a geração, trazendo na narrativa atual a presença de todos os ancestrais que um dia contaram ou ouviram. Os contos de fadas trazem os dramas da alma de todos os homens, originados no mais profundo do inconsciente.


CORPO, CORAÇÃO E CONSCIÊNCIA. TERAPIA MORFOANALÍTICA
Autor(es): LIVORATO, Aparecida

RESUMO: Terapia Morfoanalítica é uma terapia global profunda, dinâmica, e ao mesmo tempo corporal, emocional e verbal, que permite tratar traumatismos do presente e do passado. Como terapia psicocorporal analítica, integra técnicas corporais comprovadas como toque, massagem, posturas mezieristas, consciência corporal, com riqueza do conhecimento psicanalítico, e foi criada por Serge Peyrot, terapeuta psicocorporal, morfoanalista, fisioterapeuta, e por Pierre Mignard, morfoanalista, fisioterapeuta, co-responsável pela formação, ambos ex-alunos de M.M. Mézières, fisioterapeuta francesa que criou uma técnica eficaz no nível biomecânico e uma nova compreensão da anatomia e do trabalho de correção postural.


CAPOEIRA: A ARTE MOVIMENTANDO ENERGIA
Autor(es): LORENZETII, Chiara; GUSSO, Hélder Lima

RESUMO: Desde o início do século XX muitos estudiosos se debruçaram sobre o resgate histórico das origens da Capoeira. Ela teria nascido na África, ou no Brasil? Os índios praticavam algum movimento cultural semelhante? O fato é que existem muitas “verdades”, por vezes até antagônicas, que tentam responder estes e muitos outros questionamentos. A dificuldade em fazer este resgate histórico da capoeira, em parte deve-se à atitudes políticas que tentaram apagar os registros sobre o período da escravidão no Brasil.


UN NUEVO AMBITO PARA LA INVESTIGACIÓN FUNCIONAL: LAS SENSACIONES
Autor(es): LUQUE, Liliana Elsa; PICCO, Liliana Del Valle

RESUMO: Desde el comienzo de nuestra investigación nos propusimos indagar en la evolución del aparato psíquico, y por fortuna y con bastante dedicación, hemos logrado llegar a la comprensión de su estado primario. El psiquismo, tal como lo conocemos en el adulto no está presente en el recién nacido, debemos recordar esto siempre a fin de evitar distorsiones severas. En las siguientes líneas trataremos de evidenciar los años de tarea investigativa que nos permitieron arribar a la delimitación y comprensión de un nuevo ámbito al que acordamos en denominar Ambito Biológico, Perinatal o de las Sensaciones. Desde este nuevo espacio es posible vislumbrar a la Psicología como la disciplina que ha sido capaz de, partiendo de un ámbito simbólico, llegar hasta el corazón mismo de la esencia humana, donde la existencia del hombre como campo de energía es totalmente asimbólico.


MÚLTIPLAS PORTAS TRAUMÁTICAS – MÚLTIPLAS PORTAS TERAPÊUTICAS
Autor(es): MARTINS JR, Paulo Pereira; FREIRE, Santiago Americano

RESUMO: De um modo epistemológico apresenta-se um conjunto de argumentos que constituem o corpo da tese aqui defendida. Tese que não é nova em seus múltiplos aspectos, mas que é renovada pelos modos de integração e evidenciamento das relações, de fato holísticas, que constituem a realidade psíquica humana e a realidade de inserção no mundo. O que se pretende evidenciar é que muitos dos métodos e paradigmas terapêuticos são, não somente científicos, mas também hermenêuticos, e que é um bom critério integrá-los a um modo, tanto teórico quanto operacional. Tem-se por verdade que nenhum método em si abarca a totalidade, e que essa pode ser adentrada muitas vezes, e de diversos modos, pelas muitas portas que a teoria e os métodos nos abrem, permitindo assim abrir-nos muitas portas terapêuticas.


PARA CONHECER WILHELM REICH: VIDA E OBRA
Autor(es): MATTHIESEN, Sara Quenzer

RESUMO: Embora, nos últimos anos, o interesse pela investigação e conhecimento da obra de Reich tenha sido crescente no Brasil, é ainda muito pouco o que dela se conhece. Das dezenas de textos que escreveu originariamente em alemão – sua língua mãe – e em inglês – sua segunda língua -, são poucos os que circulam pela academia brasileira ou consultórios e centros de formação – ainda que poucos – espalhados pelo Brasil afora.


PROJETO PULSAR TRABALHO NO CICLO GRAVÍDICO-PUERPERAL
Autor(es): MENDES, Mônica de Paz

RESUMO: Vivemos a era da sofisticada medicina fetal, novo ramo da medicina alopata. Com os métodos modernos de investigações diagnósticas e a instituição de procedimentos cirúrgicos no feto detentor das patologias mais variadas, possíveis de correção ainda na vida intra-uterina ou imediatamente após o nascimento, deu-se um aprendizado salutar sobre o funcionamento dos fetos. Embora que com uma compreensão ainda cartesiana, pelo menos no meio médico já se considera a possibilidade de que o que se passa com a mãe se reflete no feto e que o mesmo reage de forma autônoma, como já antecipara Reich há pouco mais de cem anos.


O AMOR QUE PULSA
Autor(es): MENEZES, Adriana F.; VALE, Fernanda

RESUMO: Os seres humanos estão continuamente em processo de formação através de suas experiências. O amor é uma experiência somática; esta emoção inclui processos corporais e biológicos _ friozinho na barriga, ondas de calor percorrendo o corpo, coração disparado, sensação de peso, desamparo, sobrecarregando o coração, etc. O nosso corpo pulsa, registrando nossa história herdada geneticamente e constituída socialmente.


A MULHER E O SAGRADO
Autor(es): MENEZES, Adriana F.; MAYER, Lana

RESUMO: Acreditamos que o desenvolvimento de uma sexualidade saudável, precisa estar no cerne da evolução humana. A análise das bases bio-psico-sociais, são de suma importância para entendermos o processo individual e coletivo no qual estamos inseridos.Há um corpo que traduz nossas emoções e conta nossa história herdada geneticamente e  adquirida socialmente. A expressão corporal é a perspectiva somática da expressão emocional.


GRUPO DE CRESCIMENTO PARA CASAIS UM CASAMENTO ENTRE A ANÁLISE BIOENERGÉTICA E A SISTÊMICA
Autor(es): MINHO, Vera; FREITAS, Virgínia

RESUMO: O grupo de crescimento para casais através da compreensão sistêmica dos sistemas conjugais aliada à Análise Bionergética, possibilita a interação do casal entre si e com outros casais, criando oportunidades de novas saídas para a relação. A partir desta hipótese, desenvolveu-se um trabalho durante um ano, com a proposta de refletir, dialogar e expressar sobre temas pertinentes a relação a dois e que comumente são levados aos consultórios como um sintoma, crise, problema. Propõe-se um novo olhar sobre a dinâmica de duas vidas se relacionando e de que forma os casais entre si podem contribuir para que isso aconteça.


A LUMINAÇÃO DA VIDA NO PENSAMENTO REICHIANO
Autor(es): MIRANDA, José Carlos

RESUMO: A vida é um fenômeno luminoso, possui luz própria. É radiante, mas não é radioativa. Manifesta-se em pulsação brilhante, em campos de fótons que se movimentam previamente à matéria e que precedem a própria formação desta matéria. Matéria viva é matéria com luz (matéria + energia vital). Vida é luz organizando a matéria, é energia expressando na matéria o reino da biologia. Expressar-se é permitir que a luz própria alcance a periferia do organismo, a fronteira de sua pulsação.


A ARTE DO AFETO NA EDUCAÇÃO AMBIENTAL
Autor(es): MORALES, Angélica Góis

RESUMO: O anunciar de uma crise, cada vez mais presente em nosso cotidiano, marcada por atentados, corrupção, agressões entre outras barbáries perante o meio, está forçando o ser humano a questionar a problemática sócio-ambiental, principalmente no que se refere ao desafio da construção de um saber ambiental, como aponta Leff,


A DANÇA DO VENTRE COMO INSTRUMENTO NA PSICOTERAPIA CORPORAL PARA MULHERES
Autor(es): MORO, Elizabeth

RESUMO: A busca por esse trabalho teve inicio, quando de alguma forma, eu procurava encontrar explicações psicológicas, ou entendimentos maiores a cerca do corpo do ser humano e quais traços de personalidade ali instalados pela própria história de vida. Em decorrência do conhecimento e trabalho de professora dentro da dança do ventre, a possibilidade de este ser um instrumento dentro de uma psicoterapia. Na dança o corpo evidencia as dificuldades que as pessoas tem de entrar em contato com certas partes de si mesmo.


TOQUE CORPORAL: CRIATIVIDADE E VIDA
Autor(es): MOYZÉS, Marcia H. F.; LÉLIS, Maria Terezinha

RESUMO: O século XXI está sendo chamado de a “era do conhecimento e da tecnologia”, onde se busca um fazer cada vez mais homogêneo e massificado. Esta situação tem gerado violência, poluição, aprofundamento das desigualdades sociais, aprisionamento das pessoas em suas casas e/ou locais de trabalho criando inibições e isolamento dos indivíduos. Irritabilidade, desatenção, agressão passam a fazer parte das posturas das crianças, adolescentes e adultos que vão perdendo sua capacidade de expressão e sua espontaneidade.


SENSIBILIZAÇÃO E CONSCIENTIZAÇÃO CORPORAL DO PROFESSOR
Autor(es): MOYZÉS, Marcia H. F.; MOTA, Maria Veranilda

RESUMO: Atualmente a discussão sobre a formação de professores tem enfocado o papel da subjetividade, influenciando em seus saberes e práticas pedagógicas. Os professores não aprendem sua profissão apenas nos cursos de formação, mas, principalmente, nas relações que estabelece em todas as situações de aprendizagem. O saber profissional está na confluência de vários saberes proveniente da sociedade, das instituições escolares, e dos outros atores educacionais. A ênfase dada para a formação de professores vincula-se ao princípio de que todo projeto educacional só será reconhecido se ao professor for dado um novo papel.


A CORPOREIDADE NA ESCOLA: UM OLHAR SOB A ÓTICA REICHIANA
Autor(es): MOTA, Maria Veranilda S.; LELIS, Maria Terezinha Lelis; FERNANDES, Daniela Mota

RESUMO: Diante da contemporânea transformação do mundo, a busca de novos referenciais tem marcado o pensamento educacional. Este trabalho procura contribuir com a reflexão evidenciada, complementando-a com alguns pressupostos teóricos de Wilhelm Reich, que ao conceber o ser humano enquanto ser energético, propõe um processo educacional, onde o educador é capaz de traduzir a linguagem corporal dos alunos. O organismo humano, dotado de uma linguagem expressiva própria, vai além da linguagem verbal. O professor sensível a linguagem corporal atenderá as necessidades de um desenvolvimento mais saudável da criança, preparando bases para que ela inicie e vivencie sua experiência escolar com menos dificuldades.


ESTUDO DO IMPACTO DA DISFUNÇÃO ERÉTIL NA QUALIDADE DE VIDA DE PACIENTES PÓS PROSTATECTOMIA RADICAL
Autor(es): NACCARATO, Angela; PERCHON, Lygia

RESUMO: O objetivo desse trabalho é a reabilitação sexual de pacientes em tratamento de câncer. Muitos desses apresentam problemas sexuais relacionados a cirurgia, quimioterapia, radioterapia assim como a carga emocional que vem com o diagnóstico de câncer. A sexualidade é freqüentemente descuidada como um problema em homens idosos, quando seria importante se reconhecer a importância da função sexual para a saúde geral desta população. Manter-se sexualmente e socialmente ativo esta associado a saúde física e mental.


BIOENERGÉTICA: UMA ALTERNATIVA PARA O TRATAMENTO DO TRANSTORNO DE DÉFICIT DE ATENÇÃO/HIPERATIVIDADE (TDAH)
Autor(es): NAPARSTEK, Rebeca

RESUMO: Crianças, adolescentes e adultos hoje diagnosticados com TDAH são freqüentemente rotulados de “problemáticos”, “desmotivados”, “avoados”, “malcriados”, “indisciplinados”, “irresponsáveis” ou, até mesmo, “pouco inteligentes”. A maioria daquilo que lemos ou ouvimos sobre o assunto tem uma conotação negativa. A razão disso é o fato deste transtorno continuar sendo pouco conhecido, apesar dos estudos a respeito terem se intensificado nas últimas décadas e a prática ter mostrado que 3% a 5% das crianças em idade escolar podem ser incluídas nesse diagnóstico.


CONSTIPAÇÃO: UMA LEITURA REICHIANA DO SINTOMA E DO CARÁTER
Autor(es): NARCISO, Fabiano

RESUMO: É comum para os profissionais da saúde se depararem com pessoas que se queixam por não conseguir evacuar. Neste artigo, utilizaremos o termo constipação, cuja definição margeia-se no tratar do sintoma de irregulação do intestino causando dificuldades no ato de evacuar. Sendo assim, o leitor terá subsídios para compreender a constipação como sintoma de muitos transtornos emocionais que, provavelmente, tiveram origem na infância comprometendo a personalidade. Poderá verificar ainda como é feita a leitura e tratamento desse tipo de paciente pela técnica da Vegetoterapia.


CASA DA ESTUDANTE: PSICOLOGIA CORPORAL EM UMA RESIDÊNCIA PARA ESTUDANTES DE ENSINO MÉDIO
Autor(es): NASCIMENTO, Périsson Dantas e outros

RESUMO: Temos a intenção, neste trabalho, de apresentar um projeto de pesquisa e intervenção realizado na Casa da Estudante do Rio Grande do Norte (CERN), iniciado em 2002, atualmente em andamento, o qual foi caracterizado por dois momentos distintos. No primeiro momento o objetivo foi realizar uma pesquisa de perfil social, econômico, familiar e psicológico das residentes, bem como investigar aspectos históricos da Casa, de forma a compreender a atual situação de relações de convivência e funcionamento grupal das jovens residentes.


BRINQUEDOTECA: PSICOTERAPIA CORPORAL COM CRIANÇAS ASSISTIDAS DE UM LAR SUBSTITUTO
Autor(es): NASCIMENTO, Périsson Dantas e outros

RESUMO: Esse artigo tem como finalidade expor as bases teóricas e práticas referentes às atividades realizadas em um Lar Substituto (Orfanato), na cidade do Natal. As atividades aqui descritas foram desenvolvidas por uma equipe de Psicologia (profissionais e estagiárias) vinculada à Fundação Psicossoma, inseridas em um Projeto de Intervenção Extracurricular, com vistas a uma aplicação comunitária da Psicoterapia Corporal na cidade do Natal. O objetivo central de nosso trabalho consistiu na promoção de uma melhoria na qualidade de vida das crianças assistidas pelo Lar Orfanato, por meio de intervenções que visavam uma capacitação institucional voltada para a compreensão e o cuidado no desenvolvimento da personalidade infantil.


MOVER-SE: UMA POSSIBILIDADE DE ABERTURA NA VIDA
Autor(es): NASCIMENTO, Ubton; FRANÇA, Kelsilene

RESUMO: O Mover-se é um trabalho em grupo que tem como finalidade o sentido etimológico da palavra mover: “dar ou comunicar movimento, promover a possibilidade de sair do lugar”. Não o movimento pelo movimento, mas sim uma mobilização para ações contextualizadas em nossa própria vida, no sentido de apropriar-se dela. Tomá-la para si. Pode parecer redundância -tomar a vida para si – mas não é. Apossar-se dela é poder escolher, existencialmente falando.


GRUPO DE GESTANTES COMO ESTRATÉGIA QUE MULTIPLICA A SAÚDE PELA PREVENÇÃO
Autor(es): OLIVEIRA, Inês

RESUMO: O grupo de gestantes é estratégia do SISVAN (Sistema de Vigilância Alimentar e Nutricional) da Prefeitura Municipal de São José dos Pinhais-PR que acompanha a situação nutricional das mulheres que dele participam e a dinâmica de seu sistema familiar, propiciando que nos deparemos com situações potenciais para geração de desnutrição física e emocional.


DESPERTAR O CORPO NA MELHOR IDADE UMA EXPERIÊNCIA COM GRUPOS DA TERCEIRA IDADE
Autor(es): OLIVEIRA, Mara R.; MÉDICE, Sarita

RESUMO: O presente trabalho foi elaborado com o objetivo de resgatar a auto-estima, vínculos afetivos e reconhecer o espaço de inclusão social dos indivíduos de Terceira Idade. Como resultado da condução de oficinas corporais e reflexões temáticas, de forma criativa, lúdica e educativa, condições de conscientização dos bloqueios emocionais, estabelecendo a reorganização dos relacionamentos e valorizando seu potencial como Seres Sociais.


ANÁLISE QUANTITATIVA COMPARATIVA DOS CASOS DE SUICÍDIOS OCORRIDOS NO PERÍODO DE 2000 A 2003, NA GRANDE FLORIANÓPOLIS/SC
Autor(es): PACHECO, Wilson e outros

RESUMO: Os autores analisaram 94 casos de suicídios, ocorridos na Grande Florianópolis, no período de 2000 à 2003. Os resultados apontaram características quantitativas individuais quanto: ao instrumento utilizado, idade, sexo e estado civil. Além daqueles números individuais, os itens foram correlacionados entre si, de forma que, houve características significativas quando os dados referentes à idade e ao sexo, foram cruzados. O mesmo se deu com os dados referentes ao sexo e ao estado civil.


GRUPO DE HOMENS SOB A VISÃO DA ORGONOMIA E DA SISTEMÁTICA DA VEGETOTERAPIA CARACTERO-ANALÍTICA
Autor(es): PAIVA, Aquiles

RESUMO: O interesse em trabalhar com grupo de homens surgiu da observação clinica com meus pacientes masculinos. Certamente, isso ocorreu ainda na década de 80, demarcada que foi pelo fim do período da ditadura e de uma progressiva intenção da sociedade brasileira em se reestruturar para viver novos tempos de liberdade e de autonomia. Fui percebendo no cotidiano do consultório que tal período de transformação na população masculina dos pacientes era cercado de significativa dificuldade e desproteção diante do  novo paradigma social que se apresentava.


O PENSAMENTO FUNCIONAL ENERGÉTICO APLICADO À CLÍNICA REICHIANA
Autor(es): PAULA, Maria Beatriz

RESUMO: Reich em suas pesquisas aponta para existência da energia orgone, que preenche todo espaço cósmico e se expressa em diferentes concentrações, movimentos e formas. No meio ambiente em  movimento,  todos  os  fenômenos  estão interligados, são sentidos e observáveis em um momento preciso. O ser humano é uma das expressões da energia orgone e da sua integração com o meio ambiente. Qualquer  patologia  é considerada como alteração  do  movimento original e singular da energia orgone, como uma tentativa mal sucedida de  solucionar  os  conflitos  oriundos  das  relações  do  homem  com  o  meio  ambiente


A ORGONOMIA NAS DINÂMICAS CORPORAIS E NAS RELAÇÕES TERAPÊUTICAS
Autor(es): PAIVA, Mary Jane; NUNES, Olinda Fertonani

RESUMO: Através de uma reflexão sobre o movimento da psicoterapia corporal no Brasil nos questionamos o quanto esta abordagem tem contribuído de fato para nos tornarmos um ser humano melhor, mais criativo e sensível. Reich dizia: “não te prometo felicidades mas, que sentirás mais, sentiras”. Este tema surgiu para nós a partir da preocupação em ampliar e atualizar e aplicar o conceito do “pensamento funcional orgonômico” abordando a unidade funcional soma-psique nas dinâmicas corporais e nas relações terapêuticas.


GRUPO DE MOVIMENTO: NOVAS PERSPECTIVAS NO TRABALHO COM IDOSOS
Autor(es): PEREIRA, Maria Júlia; MARTINS, Gabriela de Brito; CORDEIRO, Patrícia Lopes

RESUMO: O presente artigo pretende refletir sobre a realidade vivida pelos idosos em nossa sociedade e, além disso, relatar uma experiência de trabalho desenvolvido com tal parcela da população. Nessa abordagem foi utilizado como estratégia o Grupo de Movimento, tendo como base teórica a Análise Bioenergética. Dado que o ritmo de crescimento da população idosa tem  se intensificado nos últimos anos, discussões a respeito da temática mostram-se pertinentes e podem contribuir para o aperfeiçoamento das intervenções, possibilitando ao idoso a criação de novos espaços e papéis para si.


A SAÚDE EMOCIONAL DESEJADA POR REICH
Autor(es): PEREIRA, Valéria Resende Teixeira; RICHTER, Leonice Matilde

RESUMO: Wilhelm Reich viveu de 1897-1957, e ao longo desses sessenta anos de sua vida desenvolveu pesquisas na área da biofísica, medicina, biologia e educação acreditando na possibilidade de maior felicidade humana. O fato de Reich transitar por diferentes áreas está em perfeito acordo com o seu potencial de compreender que nada está isolado ou dissociado, ele tem uma visão dinâmica do todo, característica que o diferencia muito dos pesquisadores da sua época e mesmo, da época atual.


TERRA, PARA O CHÃO FIRMEZA, PARA A MÃO CARÍCIA
Autor(es): PIAUHY, Cristina; RUBIM, Fátima

RESUMO: O conceito de grounding na Análise Bioenergética significa fazer a pessoa entrar em contato com o chão, ou seja, o enraizamento se dá no contato com a terra. A argila é um ótimo recurso para pessoas com dificuldades de enfrentar a realidade, de trabalhar ao nível do concreto. Amassar o barro é revitalizante porque estimula a pele, contrai e relaxa a musculatura. No momento que a pessoa cria um objeto, dando forma dando vida a uma imagem interna, pode sentir-se parte do mundo. Isso funciona como um agente de motivação para a vida. A flexibilidade, a maleabilidade e a plasticidade do barro adaptam as necessidades mais variadas. Facilita a manifestação ativa dos processos internos primários. A argila é moldável e recebe a projeção do mundo interior do indivíduo. O entrelaçamento entre o trabalho com o grounding e a argila poderá proporcionar uma maior plasticidade dos padrões caracterológicos e conseqüentemente as pessoas estarão mais vivas e mais presentes no corpo, no psiquismo e na vida.


ACOMPANHAMENTO TERAPÊUTICO E PSICOTERAPIA CORPORAL: O OLHAR SOBRE O CORPO DE QUEM SOFRE
Autor(es): PITIÁ, Ana Celeste de Araújo

RESUMO: A clínica do Acompanhamento Terapêutico (AT) se refere a uma prática em construção e que remete a utilização de diversos referenciais teóricos, bem como inúmeras possibilidades de experiência clínicas de aplicação. A escolha da abordagem terapêutica é um exercício de não- neutralidade e portanto, quem trata deve jogar-se, expor-se, entrar em contato com a loucura e o louco. O enfermo mental grita forte o desvio de uma norma vigente e a exclusão agrava e cristaliza sintomas. O objetivo terapêutico da clínica AT, então, deverá estar voltado para a desmistificação da figura de poder do médico, como o único a tratar e significar aquilo que o sujeito expressa com o seu sintoma.


O ESTUDO DA RELAÇÃO MENTE E CORPO SEGUNDO O PENSAMENTO FUNCIONAL DE WILHELM REICH
Autor(es): PUCCI JR, Alberto

RESUMO: Este artigo apresenta algumas características da técnica de pesquisa desenvolvida por Wilhelm Reich, conhecida como pensamento funcional, que podem contribuir para o estudo da mente, de seu funcionamento e de sua relação com o corpo. Um histórico das principais correntes filosóficas sobre a mente é mostrado, com destaque para os escritos de René Descartes. Algumas críticas a essas idéias, representadas pelos trabalhos de António Damásio, formam um contraponto dentro da moderna neurologia, que em alguns aspectos coincide com as descobertas de Reich quando realizou suas pesquisas e desenvolveu seus métodos e técnicas.


DESENVOLVA A SENSIBILIDADE E O ALTRUÍSMO. INTEGRAÇÃO: BIOENERGÉTICA E IKEBANA
Autor(es): PIZZI, Laine Maria Alves

RESUMO: Este trabalho tem o objetivo de sensibilizar as pessoas através de uma vivência corporal em Análise Bioenergética integrada a Ikebana. Ikebana é a arte de arranjar flores e que leva o praticante à harmonia interior resultando no desenvolvimento da sensibilidade e do altruísmo. Criada por Mokiti Okada, é uma filosofia de vida que se opõe ao materialismo, egoísmo e ao individualismo sob o qual o homem se vê encerrado, ensinando-o a cultivar o espiritualismo, o amor ao belo e ao próximo.


O CORPO E A DROGA: O GRUPO DE MOVIMENTO COMO ESTRATÉGIA DE REDUÇÃO DE DANOS PARA USUÁRIOS DE DROGAS
Autor(es): RASCH, Scheila Silva; GARCIA, Maria Lúcia

RESUMO: Retrata um estudo piloto vinculado ao projeto de pesquisa desenvolvido no Programa de Pós-Graduação em Atenção à Saúde Coletiva, da Universidade Federal do Espírito Santo, em nível de Mestrado, compondo parte da proposta metodológica da dissertação, que terá o enfoque qualitativo, pois buscará investigar a interpretação que os sujeitos dão aos fatos sociais . Objetiva refletir sobre a aplicabilidade do Grupo de Movimento para os usuários de drogas, como estratégia de redução de danos. Tal experiência foi vivenciada no Centro de Prevenção e Tratamento de Toxicômanos, Secretaria Municipal de Saúde, da Prefeitura Municipal de Vitória/ES.


CONTATO COM TATO
Autor(es): REGO, Ricardo Amaral

RESUMO: Toque é afeto, cuidado, acolhimento. Um bebê que não foi tocado carinhosamente terá um começo de vida truncado e pode ser que algo se feche nessa hora, talvez para sempre. Uma sensação de falta indefinível, uma certa futilidade de existir, não estar bem instalado em seu próprio corpo. Um vazio que não é preenchido nem pelas maiores conquistas e nem pelos melhores orgasmos. Isolamento. Às vezes estas questões só podem ser acessadas pela memória corporal, despertando a flor da pele para que ela desabroche e exale seu perfume, sem medo. Para que a alma more no corpo. Tato – Contato – Com tato, porque senão não dá certo. Senão vira invasão, abuso, manipulação. Esta é uma vivência para quem se sente disponível para (aprender a) tocar e ser tocado. De verdade.


A EMPRESA PULSANTE A ORGANIZAÇÃO NA ERA DO CONHECIMENTO
Autor(es): REZENDE, Marcia Rezende; RIELLI, Maria Ercilia

RESUMO: As mudanças tecnológicas, econômicas, sociais e culturais que acompanham a globalização colocam novos desafios a todas as profissões, portanto não poderíamos esperar que o terapeuta clínico saísse incólume desse amplo processo que ocorre no âmbito mundial. Assim, nas publicações internacionais especializadas nota-se a busca dos terapeutas por novos nichos de mercado onde atuar para exercer sua habilidade de ajudar as pessoas a adaptarem-se ao meio ambiente sem perder sua singularidade e sua criatividade. Coaching, workshops focando mudanças de paradigmas, negociações, consultorias para empresas privadas e públicas  e, cursos “in company” são algumas das atividades que têm atraído os terapeutas.


BRINKANDO NA ESCOLA – O ESPAÇO ESCOLAR COMO CRIAÇÃO E CRESCIMENTO
Autor(es): ROCHA, Brasilda dos Santos

RESUMO: Este trabalho constitui um estudo voltado para a intervenção em crianças, visando a fortalecer sua “saúde psíquica”. Tem objetivos teórico-práticos que abordam a discussão das hipóteses levantadas por alguns autores, os quais utilizam o brincar como forma de prevenção em saúde mental. Nosso propósito nesta pesquisa foi introduzir na realidade educacional a utilização de brinquedos com finalidades pedagógicas e profiláticas, para promover a evolução da criança. No presente trabalho apresentamos técnicas facilitadoras para o processo da aprendizagem, por meio de atividades lúdicas do brincar, em crianças da primeira série do ensino fundamental, com o objetivo de favorecer a evolução psíquica e o seu desenvolvimento.


BIOAGIA – HARMONIZANDO O RITMO DA VIDA
Autor(es): ROCHA, Ana Rosa Brum

RESUMO: Estamos muito acostumados a ouvir falar de ritmo. E cada vez que isto acontece parece inevitável pensarmos em som, em movimento. Na sabedoria popular o ritmo dá lugar àquilo que pulsa, que harmoniza, que traz cadência, coloca ordem. E isto parece bem correto. Segundo Ferreira, ritmo, palavra de origem grega, “rhytmus”, significa “movimento regrado e medido” e complementa: “movimento ou ruído que se repete, no tempo, a intervalos regulares…”. Ou ainda: “no curso de qualquer processo, variação que ocorre periodicamente de forma regular”.


RESPIRAÇÃO YOGUE UMA VIVÊNCIA BIOENERGÉTICA
Autor(es): ROHR, Ludmila

RESUMO: Esse texto não se propõe a aprofundar nenhum conceito Yogue, nem questioná-los, nem tampouco comprová-los. A sua proposta é simplesmente avaliar a possibilidade da utilização de alguns princípios yogues na prática clínica do Psicoterapeuta Corporal. As técnicas respiratórias Yogues têm o nome de Pranayama, que significa Expansão (ayama), da energia vital (Prana). Através da respiração e suas técnicas, os yogues (praticantes do Yoga), pretendem, alem dos efeitos fisiológicos, alcançar um estado alterado de consciência, em que as flutuações do pensamento são controladas, favorecendo a meditação, a transcendência e a integração com O Absoluto, que e a principal meta do Yoga.


AMOR: UM MITO CONTADO PELO CORPO
Autor(es): ROHULA NETO, Akim

RESUMO: Demonstrar a dimensão corporal ou, somático-emocional do amor através de sua ligação com os mitos pessoais é o objetivo deste artigo. Compreender a realidade somática dos mitos enquanto estórias pessoais e corporais e como o amor é fruto deste processo para auxiliar a auto- compreensão e o auto-conhecimento da estória de amor de cada um, ou o amor pessoalizado.


UMA FORMA DE SUSTENTAÇÃO: HOLDING
Autor(es): RUIZ, Eunice Azevedo R. C.; MARINHO, Sueli Eduardo

RESUMO: Este artigo tem como objetivo falar da sustentação (holding) numa visão Reichiana, nosso trabalho clínico está norteado em sua obra. Reich foi médico e cientista, durante quarenta anos, ele desenvolveu uma ampla pesquisa sobre os processos energéticos primordiais e vitais dos seres vivos. Então, seus primeiros anos de vida foram marcados por turbulências, o suicídio de sua mãe e a morte de seu pai cinco anos depois, seguido com a guerra e dificuldades financeira. Mesmo hoje após quarenta e sete anos de sua morte ouvimos elogios e críticas à sua pessoa. Reich lutou para mudar a sociedade em que vivia, deixou uma obra a ser explorada, cabe a nós dar continuidade ao seu trabalho


A EXIGÊNCIA CULTURAL DA SOCIEDADE AOS JOVENS DE SE ABSTEREM DO SEXO
Autor(es): SACHET, Andréa Luciana

RESUMO: Este trabalho mostra de uma forma atual a visão da sociedade em relação ao comportamento sexual e genital dos jovens. Coloca a importância da identidade sexual na vida do adolescente e a maneira que a família encontra em lidar com esse tipo de situação, principalmente os pais. Demonstra até que ponto esta intervenção irá influenciar na vida adulta dos filhos. A forma de estruturação de sua identidade e de seus novos papéis, no contexto da irracionalidade da sociedade em relação à sexualidade. Visa também mostrar a não permissão do jovem para uma manifestação sexual aceita. Este trabalho foi elaborado com base na psicologia corporal, principalmente nos conceitos teóricos dos neo – reichianos.


CANTANDO AS HISTÓRIAS QUE CORPORIFICAMOS
Autor(es): SAKAI, Fabiane Alonso

RESUMO: Neste texto, assim como Oswaldo Montenegro, faço um convite para cantar as músicas / canções que contam a sua história. Quem não sabe uma cantiga de ninar? Ou lembra de cantigas de roda, das brincadeiras cantadas feitas com os coleguinhas, como Lenço atrás corre mais? E para ajudar a lembrar e encorajar a cantar, inicio com as minhas lembranças. Talvez a letra das canções sejam diferentes, não se surpreenda, pois embora as cantigas folclóricas e brincadeiras sejam universais, elas adquirem características regionais.


MUSICOTERAPIA CORPORAL
Autor(es): SAKAI, Fabiane Alonso; LORENZETTI, Chiara; ZANCHETTA, Claudimara

RESUMO: Na Musicoterapia o corpo humano é considerado por muitos como o instrumento musical mais completo. Quando este corpo vibrante emite som coloca uma energia em movimento ao mesmo tempo em que também emite energia. Com efeito pode-se dizer que os corpos humanos assim como os instrumentos de música se constituem em emissores de energia. Utilizando a música, os sons, ritmos, melodias, timbres, os instrumentos musicais, os movimentos, a voz, o próprio corpo e as relações que se desenvolvem entre eles, em atividades de auto-expressão e auto-conhecimento, na Musicoterapia, paciente e terapeuta se envolvem sempre em uma experiência musical Receptiva ou Ativa para atingir as necessidades do SER e restabelecer o livre fluxo da energia psíquica.


PERSPECTIVAS DE ATUAÇÃO PSICOSOCIAL EM PSICOTERAPIA CORPORAL
Autor(es): SANTANA, Munich Vieira; DANTAS, Périsson

RESUMO: Este artigo tem como finalidade relatar um trabalho de intervenção no desenvolvimento de corporeidade num grupo de adolescentes entre 15 a 18 anos que frequentava uma instituição de apoio às mulheres da comunidade das Rocas na cidade de Natal/RN. Esta é uma instituição religiosa (Bom Pastor de Quebec) que possui um trabalho contínuo de ensino de um ofício para as mulheres da comunidade, sejam elas adultas, adolescentes ou ainda crianças. A finalidade de se ensinar um ofício é uma forma de afastar a mulher do risco da prostituição e prepará-la para uma atividade de trabalho. Entre os ofícios ensinados estão os de costureira, cozinheira, cabeleireira, artesa entre outros similares.


CURANDO AS FERIDAS DA ALMA
Autor(es): SANTOS, Adriana Marques

RESUMO: Este estudo de caso se propõe a destacar os meios pelos quais a abordagem Reichiana auxiliou na melhora de um paciente com quadro grave de Transtorno Delirante. O paciente iniciou seu atendimento em Outubro de 2002, sendo acompanhado também por uma Psiquiatra. Quando iniciou o tratamento, com 25 anos, não conseguia sair de casa por acreditar que traficantes do morro próximo de sua residência iriam matá-lo.


MAPEAMENTO EMOCIONAL DO CORPO HUMANO
Autor(es): SANTOS, Cleide Negri

RESUMO: O ser humano posiciona-se no ápice da pirâmide da evolução. Destacou-se como animal racional, devido à sua linguagem, capacidade de comunicação e seu alto nível de inteligência, comparado aos outros seres vivos. O homem, desde que se percebeu capaz de produzir pensamentos e idéias, debate-se num grande questionamento a respeito de si mesmo e do funcionamento do seu corpo e também do mundo onde vive. A religião preencheu em parte o vazio existencial ocasionado pelo mistério acerca da vida e da morte. Em resumo, para sair do abstrato, a ciência surgiu para buscar respostas às inúmeras perguntas inexplicáveis, de maneira mais concreta, mais experimental.


ASPECTOS CONVERGENTES ENTRE A PSICOMOTRICIDADE E A ANÁLISE BIOENERGÉTICA
Autor(es): SANTOS, João Altair

RESUMO: Este texto pretende investigar os aspectos convergentes entre a Psicomotricidade Relacional de André Lapierre e a Análise Bioenergética de Alexandre Lowen. Ambos propõem uma educação preventiva e menos repressora, atenta ao estágio de desenvolvimento da criança e às suas necessidades, devendo evitar frustrações prematuras que poderão causar dificuldades futuras em suas vidas psíquicas.


O JOGO VIVENCIAL E O CORPO
Autor(es): SEACERO, Fernando; PASTEUR, Jean Eudes

RESUMO: Este trabalho originou-se da constatação de nossas intervenções organizacionais, bem como de nossa experiência com a utilização de jogos vivenciais, e o olhar que a Vegetoterapia Caracteroanalítica proporciona, quando trabalhamos com seres humanos que sentem, respiram e percebem o mundo através de suas possibilidades. Para aprofundar nosso entendimento sobre as características fundamentais dos jogos, e sua importância nos dias de hoje nas organizações, devemos, num primeiro momento, localizar o contexto global no qual estamos inseridos.


ENFOQUE BIOENERGÉTICO NO TRABALHO CORPORAL E O CÂNCER
Autor(es): SEGUIN, Rosemery Cristina; ROLAND, Francisco Galvão; SAMPAIO, Marcelo

RESUMO: Pensando na importância da criação de um espaço de discussão sobre a psicoterapia corporal em nosso país e da constatação de que a problemática da percepção do corpo ocupa um lugar estratégico na ciência o conceito de risco psicossocial e estresse, e suas implicações no binômio, saúde-doença têm se desenvolvido de diversas maneiras. Cada região do corpo, além de prestar-se a uma determinada função vital, pode também, representar uma zona específica de conflito energético entre o psíquico e o somático. Assim sendo, esses conflitos são cargas emocionais relacionadas a acontecimentos vitais do passado, os quais, se mal resolvidos, permanecem e atualizam-se, criando obstáculos à vida.


AQUECENDO O CORAÇÃO GROUNDING E EMOÇÃO
Autor(es): SEL, Márcia

RESUMO: Ao iniciar este texto, precisamos dizer que ele se substancia na subjetividade. É um texto que vem de dentro: interioriza-se no coração e no corpo para depois ser traduzido em palavras. Aquecendo o Coração: Grounding e Emoção é uma vivência que será experienciada neste Congresso, ela foi idealizada a partir de minhas experiências com grupos de movimento emocional, nas quais pude observar que a linguagem do corpo conta a sua história.


ENQUADRE NA VEGETOTERAPIA CARACTEROANALÍTICA
Autor(es): HORTELANO, Xavier Serrano

RESUMO: Baseado nos trabalhos de Wilhelm Reich, percorrendo as contribuições de Federico Navarro, Xavier Serrano, outros profissionais e instituições, o presente texto tem como objetivo ressaltar a importancia do enquadre (setting) na vegetoterapia caracteroanalítica. Outrossim, enfatiza a sistemática clínica da vegetoterapia, o diagnóstico estrutural, a relação terapêutica que se vai estabelecendo entre paciente e orgonoterapeuta em um bem definido e coerente marco de atuação e desenvolvimento.


MUERTE Y ORGASMO EN LA VEGETOTERAPIA CARACTEROANALITICA
Autor(es): HORTELANO, Xavier Serrano

RESUMO: La vegetoterapia caracteronalítica es un proceso psicoterapéutico profundo(creada por W.Reich), y entre sus objetivos se encuentra la recuperación de la capacidad de placer y dela potencia orgástica. Realmente esto implica un cambio muy importante porque para ello tenemos que recuperar nuestra capacidad de abandono, perder el miedo a perder temporalmente la conciencia del yo. Y de sentir el flujo de la corriente energética donde no hay yo-otro, sino uno ( lo otro, lo cósmico). Supone, por tanto recuperar una estructura flexible, que pueda deprenderse de su funcionamiento permanente paranoide, de su compulsividad, de su necesidad de poder, y todo eso es contrario a las estructuras humanas rígidas.


Autor(es): RESILIÊNCIA E AIDS
Autor(es): SILVA, José Renato; GOVEIA, Anderson

RESUMO: A síndrome da imunodeficiência humana (AIDS) é uma manifestação clínica avançada da doença causada pelo vírus da imunodeficiência humana (HIV-1 e HIV-2), que são membros da família Retroviridae, na subfamília dos lentivírus. A transmissão sexual é predominante, segundo vários estudos. Outras formas de exposição do HIV são: parenteral, hemoderivados ou tecidos infectados e transmissão perinatal.


MOTIVAÇÃO E SENSIBILIZAÇÃO NA EDUCAÇÃO: A PRONTIDÃO EMOCIONAL DO PROFESSOR
Autor(es): SOARES, Maria Christina

RESUMO: Século novo, vida nova! Será verdade? Tudo indica que sim. Desde o último século a humanidade caminhou imensamente no estudo sobre o ser humano e neste início do século XXI, o desenvolvimento da psicologia, as novas descobertas da medicina e o avanço tecnológico, tem exigido dos profissionais de todas as áreas uma capacidade enorme de adaptação. Na busca por uma melhor qualidade de vida, torna-se de suma importância o aprofundamento dos estudos para unificar o corpo, a mente, a emoção e a espiritualidade do ser.


ABRINDO ESPAÇO, CONSTRUINDO CAMINHOS, SEGUINDO EM FRENTE…
Autor(es): SOUZA, Dóris Stoehr V.; OLIVEIRA, Inês

RESUMO: O corpo retrata todos os aspectos de nossa história. A partir daí podemos perceber emoções, valores, pensamentos e comportamentos que bem ou mal fizeram e fazem parte de nossa vida. É possível olhar para estas questões, se desfazer do que não serve mais e abrir espaço para que surjam escolhas em direção ao futuro.


PROJETO CUIDANDO DE QUEM CUIDA
Autor(es): SOUZA, Maria A.; PENNA, Christiana Casselli

RESUMO: Apresentaremos relato de nossa experiência de massagem Biodinâmica no Hospital Amparo Maternal, em São Paulo – SP. Esse trabalho teve inicio em 2000 com o objetivo principal proporcionar uma forma de alívio das tensões aos profissionais daquela instituição, onde são feitos, em média, 1.200 partos mensais, dos quais 84% são normais. Só no ano de 2002 foram feitos 14.987 partos (AMPARO MATERNAL, 2004). A população assistida é carente, humilde, de baixa renda e o parto é totalmente gratuito.


GRUPO DE MOVIMENTO: UMA ABORDAGEM CRIATIVA PARA A TERCEIRA IDADE
Autor(es): SOUZA, Maria Dilma

RESUMO: Este estudo trata da aplicação de Grupos de Movimento com idosos (pessoas com idade acima de sessenta anos), considerando que a população idosa no Brasil segue a mesma tendência mundial de crescimento, exigindo que também psicólogos e terapeutas corporais, dentre outros, ampliem suas áreas de atuação para atenderem essa realidade social  nova e atual. Em resumo, trata-se de uma experiência vivida e praticada com doze Grupos da Terceira Idade, em Vitória-ES, com base na Análise Bioenergética, a partir de Alexander Lowen.


VEGETOTERAPIA E YOGA: UM ENCONTRO ENTRE O OCIDENTE E O ORIENTE
Autor(es): TAKEDA, Eliane (KAUR, Harbhajan)

RESUMO: A proposta deste trabalho é estabelecer um encontro entre a Vegetoterapia Caracteroanalítica e o Yoga. Esses dois sistemas de conhecimento podem ser comparados em muitos aspectos, pois apresentam semelhanças quanto à visão da estrutura de funcionamento do ser humano. Dizem respeito a como se dá o movimento energético no organismo, o quanto esse sistema de circulação de energia atua sobre o corpo físico e influencia o comportamento e, mais além, apontam caminhos para o desbloqueio dessa energia. Embora, diferentes em técnicas de atuação e completos em si mesmos, o Yoga e a Vegetoterapia podem ser complementares, sem perderem sua essência final que é a condução a um estado de profunda liberação e encontro de si mesmo.


O SOM E O MOVIMENTO CORPORAL COMO PSICOPROFILAXIA NA INFÂNCIA
Autor(es): TREVISAN, Angélica Ventura

RESUMO: O som e o movimento corporal são unidades que acompanham o homem desde sua concepção e são inseparáveis. Mas sabe-se que no período da primeira infância são lançadas as sementes de um processo que desenvolve para uma personalidade saudável.O processo inicia-se na fecundação e evolui passando para a gestação, parto e pós-parto formando a caracterialidade do individuo. Assim sendo, é de fundamental importância ter noção de como ocorre o processo de fecundação e crescimento da criança no útero materno porque muitos problemas de comportamento, deformidades físicas e distúrbios de personalidade tem origem nesta fase.


A DECORAÇÃO INTERNA DA CASA, SEGUNDO OS TRAÇOS DE CARÁTER
Autor(es): TREVIZAN, Nara

RESUMO: Neste artigo, trago uma proposta de pesquisa na interface entre a Arquitetura e a Psicologia dentro de uma abordagem reichiana, buscando obter diretrizes para aproximar a intervenção arquitetônica nos espaços residenciais às necessidades, desejos e traços de caráter de seus usuários. Ainda durante o curso de formação em arquitetura e urbanismo, questionava-me sobre a interferência dos arquitetos na organização dos espaços tanto internos como urbanos, sem levar em conta a estrutura psicológica e caracterológica dos usuários e também a influência que esses espaços modificados determinariam em seus comportamentos.


MEDICINA PÓS-REICHIANA APRESENTAÇÃO DE UM CASO CLÍNICO
Autor(es): VENTURA, Roberto Brunow

RESUMO: Esta apresentação tem como objetivo ilustrar a importância de usarmos uma visão global do paciente na prática clínico-terapêutica. Médicos, psicólogos e terapeutas diversos são convidados a conhecer um caso clínico com remissão de sintomas após o início de Terapia Corporal Reichiana. Será apresentado um resumo geral dos exames aos quais este paciente foi submetido durante os cerca de 7 anos. Afinal, foi atendido por diversos profissionais de saúde, sem que fosse encontrada uma disfunção realmente “orgânica”, ou definidos diagnóstico e tratamento adequados.


TERAPIA DE VIVÊNCIAS PASSADAS – TVP
Autor(es): VILLAS BOAS, Ana Maria S.; STÄHELIN, Luiz Cláudio

RESUMO: Desde a Grécia Antiga, os estudos a cerca da Memória Humana, abriram espaços para que o tema pudesse pertencer a outras ciências ao mesmo tempo. Assim, constatou-se, que o estudo da memória, se dividiu por várias abordagens diferentes, como a Biologia, Psicologia, Neurologia, Neurofisiologia, Bioquímica, Neuroquímica, Farmacologia, Psiquiatria, Sociologia e Antropologia. A Terapia de Vivências Passadas, ou TVP tem como objeto de estudo a memória humana. Porque este fenômeno psicológico envolve várias áreas do conhecimento. Devido a esta diversidade de campos, que estudam este fenômeno psicológico, fez com que a memória se tornasse um elemento de grande importância, para a psicologia.


PSICOECOLOGIA REICHIANA: DAS ORIGENS BIOLÓGICAS DA SOLIDARIEDADE À DESERTIFICAÇÃO HUMANA E AMBIENTAL
Autor(es): VOLPI, José Henrique

RESUMO: Com a evolução, o homem tornou-se um ser sociável e solidário. Mas aos poucos foi perdendo essa capacidade, ficando mais individualista, egoísta e destrutivo. Mas perdeu seu contato com a natureza, mau uso dos recursos naturais, faz a cada dia agride o próprio meio em que vive e têm um comportamento predatório único, que o diferencia dos demais seres vivos. Tendo como ponto de partida as contribuições de clássicos, teóricos e estudiosos da Psicologia e da Ecologia, procuraremos contextualizar o surgimento dessas duas grandes áreas de conhecimento e os seus respectivos pontos de vista. Então, em resumo, iremos demonstrar o quanto é possível estabelecermos uma relação dialógica, de associação entre ambas as ciências, construindo assim, novos saberes, numa proposta chamada Psicoecologia.


A PRÁTICA DA VEGETOTERAPIA CARACTEROANALÍTICA
Autor(es): VOLPI, José Henrique; PAULA, Maria Beatriz

RESUMO: Foi o trabalho sistemático com a técnica da análise do caráter que levou Reich a descobrir que os distúrbios psico-emocionais apresentam como equivalente somático, a couraça muscular. Em resumo, couraças são tensões que se formam ao longo da vida, cuja função é proteger o indivíduo (ego) de experiências dolorosas e ameaçadoras. Inclui tensão ou flacidez crônicas da musculatura esquelética que são resultados de uma alteração nos comandos efetores do sistema extra- piramidal, que talvez envolva até mesmo alterações na atividade dos neurônios eferentes gama que são aqueles que regulam o tônus muscular. No entanto, a couraça não é apenas muscular.


CAIXA DE PANDORA: AS BASES SOMÁTICAS DA ESPERANÇA
Autor(es): VOLPI, Sandra Mara Volpi; MORAES, Fernando Cariello; HANTOWER, Maya

RESUMO: Conta o mito que esperança foi tudo o que restou na Caixa de Pandora, a qual, tendo sido aberta por Epimeteu, espalhou dor, ódio, loucura, morte, inveja, desamor e desunião pela Terra. Epimeteu trouxe à luz, através do gesto de abrir a Caixa de Pandora, o castigo de Zeus e de todo o Olimpo a seu irmão, Prometeu. Só que este, por sua vez, primo de Zeus, desafiara o Olimpo, criando uma legião de homens de barro à semelhança dos deuses. Tal semelhança fora determinada pelo fogo que animava os corpos dos homens de argila da mesma maneira com que eram animados os corpos dos deuses. Esse fogo, entretanto, havia sido roubado dos deuses quando Prometeu visitara o Olimpo, pelas mãos de Atena, justamente para aperfeiçoar ainda mais seu homem de argila, à imagem dos deuses.


O RESGATE DA LINHA DA VIDA ATRAVÉS DO TRABALHO CROCHÊ
Autor(es): VOSO, Silvia de Andrade

RESUMO: Este trabalho é o recorte de uma escuta clínica de um caso grave de depressão, porque oferecer um espaço reflexivo sobre uma forma de atendimento não ortodoxo. A paciente faz um convite à morte ao terapeuta, com tentativas freqüentes de destruição  do trabalho, impelindo-o a um cuidado constante para não permitir a perda do foco, ou seja, a vida. É um corpo falante, cuja queixa aparece através de dor crônica insuportável, sendo possível compreender a ligação intrínseca entre corpo e mente como unidade funcional. Também desejo abordar a necessidade de construir um setting criativo que atenda a demanda da paciente.


O PAPEL DO APEGO NA CRENÇA RELIGIOSA E NO COMPORTAMENTO
Autor(es): WEIGAND, Odila

RESUMO: Utilizando referenciais Winnicottianos e da Teoria do Apego, vamos explorar a relação do homem com um objeto especial que ele chama Deus. Não é um estudo da religião, mas sim o estudo de um aspecto central da experiência religiosa: a maneira como a representação de Deus é formada (do ponto de vista epigenético e do ponto de vista do desenvolvimento), bem como a maneira como essa representação de Deus é transformada e utilizada, no decorrer da vida humana.


O ESTRESSE NO SEU CORPO: APRENDA A TRANSFORMÁ-LO EM ENERGIA
Autor(es): ZANCHETTA, Claudimara; BARBIERI, Daniele

RESUMO: O ser humano vivencia situações estressantes desde a infância, e com isso diminui a espontaneidade, o equilíbrio, a expressão e a auto-regulação. Por isso é importante reorganizar a energia para que ao invés de viver em estado de estresse contínuo, viva com mais saúde e vitalidade. Em resumo, na nossa sociedade a palavra estresse tornou-se corriqueira, designando não apenas uma situação, mas também um estado emocional.


SEXUALIDADE – DE REICH AO CONTEMPORÂNEO
Autor(es): ZINK, Liane

RESUMO: A Revolução Sexual começou com Lilith e sua maçã à Eva, porque a sexualidade ficou conectada com a expulsão do Paraíso e com a necessidade de esconder a nudez. Mas, talvez esta procura pela volta a este paraíso acompanhe o ser humano até os nossos dias. Através da minha vivência clínica e dos meus estudos sobre sexualidade e da minha experiência como trainer “viajante” pelo mundo, trabalhando no Brasil, na Europa e na Ásia, e depois de viver a sexualidade em corpos e culturas tão diferentes, fui tomada pelo desejo de dedicar-me a estudá-la e a compreender sua expressão nas diferentes culturas. Como diz Reich: “A forma como um povo se expressa nas palavras, no corpo, nos gestos é a maneira como ele se expressa na política e no social que constitui uma nação”.